Foto vencedora do Viver SC foi feita no Morro do Cambirela, em Palhoça  Edson Hostins/Palhoça

Eleita como ganhadora, a imagem de Hostins foi clicada no dia 3 de julho de 2016

Foto: Edson Hostins / Palhoça

Subir 1.043 metros do Morro do Cambirela não é tarefa fácil. Acompanhado de seis amigos, o programador Edson Hostins, 33 anos, viajou de Blumenau a Palhoça, na Grande Florianópolis, para cumprir o desafio. 

Foram cerca de quatro horas de caminhada para então acampar no topo do morro em 2 de julho de 2016. Ao acordar pouco depois das 6h do domingo, a surpresa: um tapete de nuvens cobria a paisagem. A poucos passos do acampamento, o programador fez uma foto com o celular para guardar aquele nascer do sol:

— Demos sorte, é bem raro. Vivo dormindo em montanhas e não é comum ver algo assim. É indescritível, meio surreal. 

A fotografia foi eleita vencedora do Concurso Cultural Viver SC. Edson diz que apenas editou alguns detalhes da imagem, como o horizonte, e aumentou o contraste para tentar chegar mais próximo do que estava vendo. Apesar de ter equipamentos fotográficos, nas trilhas costuma levar somente o smartphone e uma GoPro. 

O interesse pela fotografia começou há 10 anos e, desde então, ele estuda o assunto, embora não atue como profissional. O morador de Blumenau diz que tem diversas fotos em cima de montanhas, muitas delas na Serra catarinense. 

— Montanhismo é um hobby muito presente na minha vida. Todo fim de semana e feriado que é possível eu estou indo para uma montanha. 

Edson será o leitor do Diário Catarinense homenageado no Troféu Viver SC, marcado para 5 de junho, na Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), em Florianópolis.

Comissão elegeu a melhor imagem

Uma comissão formada pelos fotógrafos do Diário Catarinense que assinaram os cadernos do projeto Viver SC neste ano e editores de imagem elegeu a melhor foto postada por leitores com a hashtag #viversc. Desde o fim de agosto de 2016, quando foi iniciado o concurso cultural, até o fim de abril deste ano, mais de 50 mil fotografias foram publicadas e participaram da seleção. Ao fim de cada mês, o Diário Catarinense divulgou na contracapa os cinco registros que se destacaram no período. 

Para encerrar, os fotógrafos Betina Humeres, Cristiano Estrela, Diórgenes Pandini, Felipe Carneiro, Léo Munhoz, Marco Favero e os editores de imagem Emerson Souza e Ricardo Wolffenbüttel escolheram as cinco finalistas e por fim a grande vencedora, que foi a de Edson Hostins. Os critérios usados foram identidade da fotografia vinculada à proposta do projeto Viver SC, técnica, criatividade e exclusividade. 

— Nosso primeiro critério foi buscar uma imagem que estivesse dentro do espírito do Viver SC, que está ligado à aventura, a gostar de viajar e explorar um Estado que é cheio de possibilidades. Ir além de uma foto bonita, mas passar alguma sensação com ela — explica o editor de imagem do projeto, Ricardo Wolffenbüttel.

O editor de imagem Emerson Souza diz que a foto de Edson chama a atenção por diversos motivos, como técnica, estética, angulação, composição, foco, cor e enquadramento bem-feitos.

— Nota-se um empenho para fazer o registro, naquele lugar e àquela hora. Houve o fator sorte daquele cenário com as nuvens terem se formado e ajudado, mas se ele não se preocupasse com diversos elementos, essa foto não seria possível — diz Emerson. 

Confira abaixo todas as imagens que se destacaram durante o Concurso Cultural:

Leia também

Confira quais foram as fotos que se destacaram no Concurso Cultural Viver SC

Confira o regulamento do Concurso Cultural ViverSC

Conheça os catarinenses que serão homenageados pelo Troféu Viver SC





 DC Recomenda
 
 Comente essa história