Corpo de violão, cabelos longos e ruivos, batom preto e maquiagem pesada. A voz é grossa, mas suavizada pelo jeito de falar. Não poupa rispidez para responder as amigas, inimigas ou o fotógrafo. Um mau humor performático que é o toque final da quase discreta drag queen Morgana Malochi.

A amiga loura, de cabelos curtos, muito brilho, cores chamativas, ainda mais brilho e um vestido (de avó/ recatado?) vermelho é sinônimo de escândalo. Além, é claro, da maquiagem  exagerada ao máximo, ela tem jeito e atitudes muito escandalosas. Nada chique se comparado a Morgana. ¿Tu tá me chamando de palhaça?¿, diria ela, Suzaninha Richthofen.

Clique na imagem para ler a reportagem completa: 

Foto: Arte / DC


 Veja também
 
 Comente essa história