Economistas, cientistas políticos, antropólogos, astrólogos e ialorixás: todos querem acreditar que o pior já passou. Depois de um 2016 de transformações, rupturas, perdas e traumas, Santa Catarina, o Brasil e o mundo estão prontos para recomeçar com vontade de encarar o novo ano com otimismo. Mas se o destino insistir em contrariar todas as previsões, danem-se todos. Tratemos de fazer 2017 o melhor possível para todos nós. 

Clique na imagem para acessar o especial

Foto: Arte / DC

Acompanhe outras publicações do Caderno Nós

 Veja também
 
 Comente essa história