Florianópolis deve ter ao menos cinco candidatos a prefeito  Nelson Jr/TSE

Três partidos ainda realizam convenções nesta sexta-feira

Foto: Nelson Jr / TSE

Florianópolis chega ao último dia das convenções partidárias com um quadro praticamente definido para a disputa da prefeitura. Nesta sexta-feira, PP, PSD e PR ainda realizam encontros e, destes, apenas o PP deve lançar um nome para a disputa: a ex-prefeita Angela Amin. O PSD, que havia ensaiado a pré-candidatura de Rodolfo Pinto da Luz após a desistência de César Souza Júnior em concorrer à reeleição, deve apoiar Angela Amin e pode indicar o vice na chapa, após a desistência do PPS, que resolveu apoiar a candidatura de Gean Loureiro (PMDB). 

Angela Albino terá vice do PT na disputa em Florianópolis

Nesta quinta-feira, PCdoB e PT firmaram uma aliança de esquerda, com a chapa formada por Angela Albino e Gabriel Kazapi. Os dois partidos, dessa forma, repetem a aliança de 2012, quando Albino ficou em terceiro lugar, tendo Nildão na condição de vice. O jovem advogado Kazapi abriu mão de sua pré-candidatura e evitou um isolamento petista. Como contrapartida, o PT deve receber apoios do aliado nacional em cidades no interior do Estado.

PSDB indica João Batista Nunes para ser vice de Gean Loureiro 

O quadro, então, se desenha com cinco candidaturas mais musculosas: Angela Amin (PP), Gean Loureiro (PMDB), Murilo Flores (PSB), Angela Albino (PCdoB) e Elson Pereira (PSOL). Destes, Loureiro, que terá João Batista Nunes (PSDB) como vice, contará com a maior aliança: são aproximadamente 15 que já declararam apoio.  

Com a recusa do PPS em indicar o vice na chapa de Angela Amin, a ex-prefeita fica em um semi-isolamento, apoiada apenas pelo PSD. Murilo Flores também não indicou quem será o seu vice e conta com o apoio de PROS e PSL. Já Elson Pereira, quarto colocado nas últimas eleições, terá o apoio da Rede Sustentabilidade e do PV, que indicou o vice Fábio Botelho.



 Veja também
 
 Comente essa história