Concessão da BR-280 é adiada para o ano que vem Maykon Lammerhirt/Agencia RBS

Ministério dos Transportes adiou mais uma vez a apresentação de estudos técnicos

Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Apontada como a saída para driblar a falta de dinheiro do governo federal, a concessão da BR-280 acaba de ser empurrada para o ano que vem, com remotas possibilidades de licitação mesmo em 2018.

Quando o pacote de concessões de rodovias federais foi lançado, em junho de 2015, a meta era conceder a rodovia entre São Francisco do Sul e Porto União ainda em 2016. Seria uma forma não só de acelerar, mas também de ampliar a duplicação, afinal, o trecho em obras (ou previstas para iniciar) cobre apenas os 76 km entre São Francisco e Jaraguá do Sul.

A concessionária seria paga pela pedágio. Pois o Ministério dos Transportes adiou várias vezes a apresentação dos estudos técnicos das empresas interessadas na concessão. Apenas um consórcio apresentou os documentos em fevereiro, solicitando ainda prazo até maio para adequações.

Na sexta, portaria do governo federal estendeu a análise do estudos até 31 de dezembro. Portanto, a concessão, se voltar a andar, só a partir do ano que vem. A mesma medida foi tomada em relação às BRs 470 e 101 (Sul), entre outras.

No momento, a duplicação está em andamento nos lotes de Jaraguá e Guaramirim, sem previsão de início dos trabalhos no trecho entre São Francisco do Sul e Araquari. Não há recursos para bancar obras nos três lotes de forma simultânea.


Leia mais notícias de Joinville e região.

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história