Adolescentes de escola pública de Florianópolis viram "cineastas" de contos psicológicos Sandra Dias da Luz/Arquivo pessoal/Divulgação

Foto: Sandra Dias da Luz/Arquivo pessoal / Divulgação

Na Escola Básica Municipal Virgílio dos Reis Várzea, em Canasvieiras, Florianópolis, as turmas do nono ano do ensino fundamental tiveram uma atividade diferente neste semestre. Inspirados em contos da escritora Clarice Lispector e de Luiz Vilela, os estudantes produziram 11 vídeos de dramas psicológicos.

De Clarice, foi escolhido "Restos de Carnaval", e de Luiz Vilela, "Eu estava ali deitado". O primeiro trata das lembranças e dilemas vividos pela protagonista durante a infância, e o segundo aborda dilemas relacionados à paixão de um adolescente, cujos sentimentos, emoções, memórias e pensamentos tecem o enredo. 

Sob orientação da professora Luciane Sandra dos Reis Ferreira, a garotada discutiu não apenas as características de um conto psicológico, sua estrutura e tempo verbal utilizado, como também debateu sobre os dilemas vividos pelos adolescentes no cotidiano. 

— Percebi o quanto é difícil para um adolescente expressar seus sentimentos e conversar sobre seu mundo interior, permitir-se abrir para o outro — relata a professora. 

 Quem quiser conferir a produção audiovisual da garotada, pode acessar os vídeos abaixo:

Em busca de um sonho

Viagem a Fernando de Noronha

Uma boa mãe

A garota sozinha

Lembranças de infância

Quebrando como as ondas

Aquele momento

O retrato

O bullyng

Minha cidade natal

Um dia de emoção

Leia as últimas notícias da Grande Florianópolis


 Veja também
 
 Comente essa história