Pelo menos 15 pessoas, incluindo sete civiles, morreram em um atentado neste sábado na província de Baluchistão, no sudoeste do Paquistão, anunciou o Exército.

O ataque, que deixou outros 25 feridos, foi feito contra um veículo militar com "explosivos incendiários" e o fogo atingiu outros veículos próximos, informou o porta-voz do Exército.

A explosão aconteceu em uma estação de ônibus de Quetta, a capital da província.

O grupo Estado Islâmico-Khorasan, o nome da facção local do EI no Afeganistão e Paquistão, reivindicou o ataque em um comunicado, informou o SITE Intelligence Group, especializado no monitoramento de páginas islamitas na internet.

Uma motocicleta-bomba originou o atentado, de acordo com o comunicado. O grupo era conhecido por ter colaborado com combatentes locaus paquistaneses em ataques anteriores.

O Exército isolou o local, e os feridos foram evacuados para o hospital. "Tentamos de transportar os feridos aos hospitais o mais rapidamente possível. Os serviços de resgate estão apagando o incêndio", declarou à rede Dunya TV Sarfraz Bugti, secretário do Interior da província.

O presidente Mamnoon Hussain e o chefe do Estado Maior do Exército paquistanês, Qamar Javed Bajwa, condenaram o ataque.

* AFP

 DC Recomenda
 
 Comente essa história