Chuva torrencial no Himalaya mata quase 70 no Nepal e na Índia PRAKASH MATHEMA/AFP

Foto: PRAKASH MATHEMA / AFP

Os deslizamentos de terra e as inundações decorrentes da chuva torrencial no Himalaya deixaram pelo menos 66 mortos no Nepal e na Índia desde sexta-feira (11), anunciaram as autoridades locais neste domingo (13).

O total de óbitos deve aumentar diante do grande número de pessoas ainda desaparecidas.

De acordo com o último boletim do governo nepalês, ao menos 49 pessoas morreram, enquanto milhares tiveram de deixar suas casas.

Leia mais:
RS terá prejuízo na colheita em razão do clima, admite secretário da Agricultura
Chuva deve permanecer até o final de semana na Serra

— Outras 17 pessoas estão desaparecidas. Os trabalhos de busca e resgate continuam em curso, mas o nível de água ainda não baixou — declarou o chefe do Centro Nacional de Emergências do Nepal, Shankar Hari Acharya.

A Cruz Vermelha calcula que o número de vítimas em pelo menos 53 mortos, dezenas de desaparecidos e feridos e milhares de casas arrasadas.

No parque nacional de Chitwan, um destino muito turístico do Nepal, os hotéis deslocaram seus hóspedes para quartos nos andares mais altos para evitar as inundações.

Este ano, mais de 100 pessoas perderam a vida por culpa da chuva da monção, que costumam afetar o país entre junho e agosto.

Na vizinha Índia, pelo menos 17 pessoas morreram, e dezenas continuam desaparecidas, após um deslizamento de terra que arrastou dois ônibus para um precipício. Os socorristas continuam no local, trabalhando em busca de sobreviventes.

"Um trecho de 200 metros de uma estrada nacional foi arrasado com dois ônibus, e nós tememos que mais de 50 pessoas tenham ficado sepultadas" sob os escombros, explicou o porta-voz do Exército indiano, coronel Aman Anand.

Segundo a agência de notícias indiana Press Trust of India, 30 pessoas teriam morrido. Outras fontes falam em um número ainda maior de vítimas.

Centenas de pessoas morreram na Índia por causa das inundações, da intensa chuva, ou dos deslizamentos de terras desde o início dessa temporada, em abril.

Leia mais em Zero Hora

 DC Recomenda
 
 Comente essa história