Isac da Costa, de 32 anos, que matou a mulher na frente das filhas em Biguaçu, apresentou-se à Polícia Civil na tarde desta segunda-feira. As informações são do G1 SC.

Em depoimento, ele confessou o crime. Afirmou que ingeriu bebida alcoólica e que o motivo foi ciúmes. O homicídio ocorreu na manhã do último domingo. Viviane Monteiro, de 35 anos, foi morta a facadas na frente das duas filhas, detalhe também confirmado em depoimento. O crime ocorreu na residência do casal, no bairro Bom Viver. Como não houve flagrante e ele se apresentou, a polícia não solicitou a prisão preventiva.

Entenda o caso 

Viviane Monteiro, 35 anos, foi morta ao ser esfaqueada na manhã do último domingo no bairro Bom Viver, em Biguaçu. Segundo a Delegacia de Polícia local, o crime foi cometido pelo marido, Isac da Costa, 32 anos. 

Viviane levou ao menos quatro facadas, não resistiu e morreu no local. Suas duas filhas, de 3 e 16 anos, testemunharam o crime. A mais nova também é filha de Isac. Segundo a polícia, as meninas pediram ajuda dos vizinhos, que acionaram a PM. O homem fugiu do local. 

Ainda de acordo com a polícia, o motivo seria ciúmes. O crime se enquadra como feminicídio, de acordo com a Lei 13.104/2015, e deve ter agravante na pena por ser cometido em frente às descendentes da vítima

Leia também:

Homem bate carro, foge com viatura da polícia e causa novo acidente

Quatro pessoas são atropeladas em dois acidentes em Jurerê, e motoristas fogem do local

Acidente deixa vítima presa nas ferragens na Avenida Diomício Freitas, em Florianópolis

 Veja também
 
 Comente essa história