Setor agropecuário da Efapi é referência no Sul do País ANGÉLICA LÜERSEN/Especial

Claudir Briesch, num trator de R$ 220 mil e Marcos Andrighetti, que participa das provas do Freio de Ouro, são gaúchos que se surpreenderam com o tamanho da feira que inicia no Oeste Catarinense

Foto: ANGÉLICA LÜERSEN / Especial

O setor agropecuário, que deu origem à Efapi, feira que inicia nesta sexta-feira, em Chapecó, segue como uma das principais forças da feira, inclusive destacando-se nacionalmente, como no caso do gado leiteiro, onde tem uma das três maiores do sul, com quase 400 animais. 

A Efapi será a últimas das feiras que vão definir os rankings de melhores criadores e expositores das raças leiteiras. Também, pela primeira vez, valerá para o ranking nacional da raça Holandês e, pela terceira vez, da raça Jersey.  Um julgador nacional estará presente e serão tiradas fotos para avaliação de outros juízes do país.

- Nossos animais já vinham se destacando mas, em virtude da zona livre de aftosa sem vacinação, quem saía do estado não poderia voltar, agora, com essa forma de julgamento, nossos bovinos podem vencer os julgamentos nacionais pois qualidade genética nós temos – afirmou o presidente do Núcleo dos Criadores de Bovinos de Chapecó, Rosalvo Bertoli.

Ele ressaltou que os produtores da região utilizam técnicas avançadas de melhoramento genético, como o mapeamento do DNA dos animais.

Graças a essa dedicação Santa Catarina se transformou no quarto maior produtor de leite do país, com 3,1 bilhões de litros em 2016, num crescimento de 165% nos últimos 15 anos. Cerca de 75% da produção catarinense é do Oeste.

Mas os bovinos começam a chegar somente a partir de terça-feira.

Neste primeiro dia de feira o destaque é a raça crioula, com as primeiras provas credenciadoras para o Freio de Ouro de 2018, que sempre é disputado em setembro, na Expointer, em Esteio-RS.

São cerca de 60 competidores, que começaram as provas de morfologia às 8h30 desta sexta-feira, na pista de provas.  Entre eles está o ginete Marcos Andrighetti, natural de Caxias do Sul, que trabalha na Cabanha Tambóré, de São Fransico de Paula. Ele vai participar da credenciadora com a égua Ocasion da Tamboré. No ano passado ele conseguiu passar na credenciadora, que é a primeira fase, mas caiu na classificatória, que é uma fase seguinte. Com o animal mais experiente ele pretende voltar à Expointer, onde competiu em 2015.

No sábado inicia o Campeonato Catarinense de Quarto de Milha, que também deve contar com 60 competidores.

- Graças a estrutura de pista e pavilhões Chapecó passou a sediar várias provas competitivas de equinos nos últimos anos –a firmou Ricardo Lunardi, um dos coordenadores do setor agropecuário.

O secretário de Agricultura de Chapecó, Valdir Crestani, destacou que, além dos bovinos e equinos, haverá também exposições de ovinos e um pavilhão de Aquicultura, com 15 aquários e peixes de diversas espécies.

O setor de máquinas agrícolas é outra atração. Márcio José de Lucca, da Pippi Máquinas Agrícolas, espera incrementar as vendas em 20% a partir da Efapi. Somente um dos tratores custa entre R$ 220 mil a R$ 260 mil.

O tamanho da feira impressionou o auxiliar mecânico Claudir Briesch, que há um ano e meio mudou-se de Giruá-RS para Xanxerê.

- É uma feira bem grande – declarou.

Fernando e Sorocaba abrem a feira

A dupla sertaneja Fernando e Sorocaba são o destaque do primeiro dia de shows da Efapi. A dupla está comemorando dez anos de carreira e tem sucessos como  “Deixa Falar”, “Veneno”, “Da Cor do Pecado” e “As Mina Pira”, além de músicas recentes como “Menina Pipoco”, uma mistura de sertanejo com funk.

Outra atração da noite é a cantora Ana Clara, que deve se apresentar antes a dupla sertaneja. O ingresso é gratuito neste primeiro dia de feira.

Confira as atrações:

Hoje: 22h30- Ana Clara e Fernando e Sorocaba

Sábado: 21hThaeme e Thiago e Lucas Lucco

Domingo:22h30- Raça Negra

Segunda-feira: 21h-Padre Antônio Maria e Aline Barros

Terça-feira: 10h e 22h30- Victor e Leo

Quarta-feira: 22h30-Bruno e Marrone

Quinta-feira: 22h30-Matheus e Kauan

Sexta-feira (13): 22h30- Paralamas do Sucesso e Simone e Simaria

Sábado (14): 22h30- El Baile e Luan Santana

Domingo (15): 21h30-Jorge e Mateus e Alok

Ingressos: Gratuitos hoje, na segunda-feira e na terça-feira. Nos demais dias há gratuidade para menores de 12 anos,  maiores de 60 anos, deficientes e acompanhante. Estudante paga R$ 12,50 e o ingresso normal é R$ 25. Há ainda um espaço mais próximo do palco que custa R$ 40, box para 12 pessoas por R$ 1,8 mil e camarote por R$ 75.

 Veja também
 
 Comente essa história