A companhia americana de transporte privado com motorista Uber recorreu nesta sexta-feira da decisão das autoridades de Londres de não renovarem sua licença e insistiu em sua disposição ao diálogo.

"Nesta manhã apresentamos nosso recurso contra a decisão sobre a licença em Londres" ao tribunal de Westminster, informou a Uber em comunicado.

A primeira audiência deve acontecer no dia 11 dezembro.

A companhia lembrou que pode continuar operando nas ruas da capital britânica enquanto o procedimento judicial não chega ao fim.

Em 22 de setembro, a Transport for London decidiu não renovar a permissão da Uber para operar na cidade. A decisão teve uma repercussão considerável em Londres, onde a Uber diz contar com aproximadamente 40.000 motoristas e 3,5 milhões de clientes.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história