O presidente americano, Donald Trump, enviará uma equipe de altos funcionários de seu governo para se reunir com o presidente eleito do México na sexta-feira a fim de mostrar a importância atribuída por ele ao relacionamento entre os países, informou o governo dos Estados Unidos.

O secretário de Estado, Mike Pompeo, liderará uma delegação de alto escalão para reuniões com o esquerdista Andrés Manuel López Obrador, que obteve uma vitória esmagadora nas eleições de 1º de julho no México, abrindo um novo capítulo no problemático relacionamento desde que Trump chegou à Casa Branca.

"Esta é uma viagem importante marcada para um momento chave em nosso relacionamento bilateral", disse um alto funcionário do Departamento de Estado dos Estados Unidos em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Ele confirmou que Pompeo seria acompanhado pelo genro de Trump, o assessor presidencial Jared Kushner; pelo secretário de Segurança Interna, Kirstjen Nielsen; e pelo secretário do Tesouro, Steven Mnuchin.

"Essa delegação é digna de nota e um testemunho da importância que o governo e os Estados Unidos atribuem ao relacionamento bilateral", acrescentou.

As autoridades americanas também se reunirão com o ex-presidente mexicano Enrique Pena Nieto, que deixa o cargo em 1º de dezembro, e com seu ministro das Relações Exteriores, Luis Videgaray.

Todas as questões do relacionamento bilateral serão debatidas, incluindo comércio, migração, segurança e a fronteira, disse a autoridade do Departamento de Estado.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história