Pancho: Guarda de Trânsito vai usar câmeras de monitoramento para multar em Blumenau Pancho / Agência RBS/Agência RBS

PanchoImagens do sistema usado pela Polícia Militar estão disponíveis na Guarda de Trânsito desde dezembro

Foto: Pancho / Agência RBS / Agência RBS

  • Uma nova ferramenta será usada pela Guarda Municipal de Trânsito (GMT) de Blumenau para multar motoristas infratores na cidade. Desde dezembro a corporação tem acesso às imagens e ao controle de mais de 90 câmeras usadas pela Polícia Militar para o monitoramento das principais vias de Blumenau. Agentes estão sendo capacitados para usar o sistema e multar motoristas infratores flagrados pelas imagens que aparecem na tela.

  • O diretor de Trânsito do Seterb, Tarcisio dos Santos, explica que as imagens podem ser usadas para aplicar multa em qualquer situação de infração. É o que prevê a resolução 532 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Ou seja, na teoria, se um motociclista for flagrado transitando entre duas pistas, passando por entre os carros, ele pode ser multado.

  • Inicialmente o objetivo da GMT é ajudar na redução de congestionamentos em algumas áreas, como no Centro da cidade. Tarcisio diz que serão multados pelo sistema os motoristas que fecharem cruzamentos na Rua 7 de Setembro, local de maior incidência do problema. As notificações devem começar em abril, quando serão instaladas nos semáforos da Rua 7 de Setembro e transversais placas informando que o cruzamento está sendo monitorado por câmeras.

  • Para aplicar a multa, basta o agente aproximar a imagem da placa do veículo (as imagens são muito nítidas) e conferir no sistema com outros dados, como modelo e cor. Não é necessário salvar a imagem para comprovar a infração. O testemunho do agente é suficiente, como sempre ocorreu nas ruas e estradas.

  • Campanha

  • A ajuda da tecnologia para combater os abusos no trânsito da cidade é bem-vinda, mas deve gerar polêmica, especialmente pelos que defendem a tese de que uma indústria da multa está instalada na cidade. O fato é que, se há infração, deve haver fiscalização e punição.

  • No caso específico de cruzamentos, seria bem-vinda, também, uma campanha de conscientização antes da novidade entrar em prática. Nem todos que fecham cruzamento o fazem com essa intenção. Vale explicar como proceder para evitar o problema e as multas.


 Veja também
 
 Comente essa história