Pancho: Duplicação da BR-470 vai receber mais dinheiro do governo federal Patrick Rodrigues, BD, 13/2/2017 / Agência RBS/Agência RBS

Foto: Patrick Rodrigues, BD, 13/2/2017 / Agência RBS / Agência RBS

Nossos representantes em Brasília estão confiantes na injeção de dinheiro e de ânimo que a duplicação da BR-470 pode receber nas próximas semanas. A obra, segundo o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Moreira Franco, será incluída no programa Avançar Brasil, a ser lançado até o fim do mês. As informações foram repassadas ontem pelo ministro a representantes do Fórum Parlamentar Catarinense e ao prefeito Napoleão Bernardes, que está em Brasília.

Curta o Blog do Pancho no Facebook
Siga o Blog do Pancho no Twitter

Não se sabe quanto dinheiro extra vem. Hoje estão previstos pouco mais de R$ 100 milhões para 2017. Além de dar um gás nas obras dos lotes 1 e 2, os mais próximos do Litoral, também deve vir verba para as desapropriações nos lotes 3 e 4, entre Gaspar e Indaial. Segundo o prefeito Napoleão Bernardes, o governo federal quer abrir novas frentes de trabalho para que a duplicação avance o máximo possível antes da concessão.

O coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, João Paulo Kleinübing, diz que objetivo é concluir a obra nos lotes 1 e 2 até o final do ano que vem. O deputado federal lembra que isso seria extremamente importante para termos um pedágio mais barato que os mais de R$ 20 a cada 100 quilômetros que seriam cobrados caso a concessão ocorresse agora.

Kleinübing aposta que algo em torno de R$ 10 seria adequado, mas para isso a obra tem que avançar. Na semana que vem o Fórum Parlamentar Catarinense vai assistir a uma apresentação do Ministério dos Transportes sobre o projeto de concessão e discutir qual seria o valor ideal de pedágio e, a partir disso, traçar um cronograma.

Importante, nesse caso, é o fato de o governo tomar a decisão de priorizar obras essenciais e que já estejam em andamento. Como disse o próprio Kleinübing ontem, não estamos falando de licitação ou de projeto. A obra já está em andamento e priorizar significa dar mais velocidade e agilidade nos trâmites que faltam, como as desapropriações.

Que a confirmação venha o quanto antes e que a segurança retorne à rodovia mais importante da nossa região.

 Veja também
 
 Comente essa história