Falta de chuva obriga prefeitura a distribuir água no interior  Edson Zappe/Prefeitura de Xanxerê

Prefeitura de Xanxerê já distribuiu mais de 200 mil litros de água para 12 propriedades

Foto: Edson Zappe / Prefeitura de Xanxerê

A falta de chuva no mês de setembro obrigou a prefeitura de Xanxerê a iniciar a distribuição de água para consumo animal em algumas propriedades do interior. Desde domingo já foram distribuídos cerca de 200 mil litros de água, em 40 viagens, para 12 propriedades. De acordo com o secretário de Agricultura, Edson Zape, a vazão das fontes diminuiu e não está sendo suficiente para atender as criações de aves, suínos e bovinos. Por enquanto não há falta de água para ao consumo humano. As comunidades mais atingidas são Costa do Irani, Perau das Flores, Linha Salete e Pesqueiro. Segundo o secretário neste mês choveu apenas dois milímetros em 18 dias.

Preocupação em outras cidades

Outras cidades próximas de Xanxerê, como Faxinal dos Guedes e Vargeão, também estão sentindo os efeitos da falta de chuva. Em Vargeão chegou a faltar água no domingo retrasado, mas após a redução de consumo em cerca de 20% o abastecimento foi normalizado durante o dia. De acordo com o chefe da Casan na cidade, Osnivaldo Vieira dos Santos, durante à noite o sistema é desligado para recuperar o nível da captação rio Taboão, que está com apenas 20% da vazão. Em Faxinal dos Guedes também há preocupação com a redução da vazão do rio Burro Magro. Em Passos Maia o rio Coronel Passos Maia está com apenas 28 centímetros, mas o abastecimento é feito com poços.

 Veja também
 
 Comente essa história