Saavedra:  Nilson Gonçalves vence julgamento no Tribunal Regional Eleitoral  Arquivo Pessoal / Divulgação/Divulgação

Apesar de ter ficado como suplente nas eleições de 2014, Nilson Gonçalves está exercendo o cargo de deputado estadual

Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação / Divulgação

Em julgamento encerrado na noite desta terça-feira, o Tribunal Regional Eleitoral entendeu, por 5 votos a 2, como "justificada" a saída de Nilson Gonçalves (sem partido) do PSDB e o mandato do deputado estadual foi mantido. O PSDB/SC queria a cassação do parlamentar por infidelidade partidária. 

O deputado estadual alegou ter sido alvo de perseguição de tucanos em Joinville e deixou o PSDB em 2014, após ficar na suplência do partido depois de exercer quatro mandatos na Assembleia Legislativa. Nilson está exercendo o cargo porque deputados tucanos assumiram secretarias no governo Colombo.

— Tirei  o peso de uma tonelada e agora, quando sair da Assembleia, saio pela porta da frente — afirmou o deputado à coluna, logo depois da decisão.
 


 Veja também
 
 Comente essa história