Foto: Luiz Carlos Souza / Arquivo Pessoal

Itajaí está em contagem regressiva para o início da Marejada. A festa, que começa nesta quinta-feira, terá foco na gastronomia do mar e três pavilhões _ o Centreventos, que nas últimas edições recebeu feiras no período da Marejada, volta a receber atrações típicas. O cardápio é inspirado na mesa do peixeiro, mas a tradição portuguesa não vai ficar de fora. Um bistrô servirá pratos típicos de além-mar durante a festa.

A Marejada 2017 vai ocupar uma área de 30 mil metros quadrados. Dentro do Centreventos e também na área externa, o público terá mais de 100 atrações gratuitas. Atividades artísticas, culturais e muita gastronomia integram a programação. A festa começa no dia 5 e segue até 15 de outubro.

Leia outras notícias da colunista Dagmara Spautz:

Superávit

A prefeitura de Itajaí terminou o segundo quadrimestre _ maio a agosto _ com superávit de R$ 148 milhões. A receita foi de R$ 841 milhões, contra despesas de R$ 693 milhões. Gastos com pessoal e encargos sociais continuam sendo o principal custo do município. Foram R$ 354 milhões no quadrimestre, mais do que o custaram a saúde e a educação. 

Reforma

Aliás, desde que a prefeitura de Itajaí pediu urgência no reajuste do IPTU, alegando dificuldades financeiras, muita gente tem se perguntado o que houve com a prometida reforma administrativa. A revisão fez parte do decreto de emergência financeira assinado pelo prefeito Volnei Morastoni (PMDB) em junho, e previa, por exemplo, revisão de todos os cargos comissionados em 60 dias. O prazo terminou e o resultado, até agora, ainda não apareceu.

  Itajaí estuda liberar prédio na Beira-Rio para levantar recursos para o porto

Yachthouse apresenta laudos de segurança à Justiça

Alexandre de Moraes fala sobre ética em encontro de reitores em Balneário Camboriú



 

 Veja também
 
 Comente essa história