A BR 163, no Extremo Oeste de Santa Catarina, é a rodovia federal em pior situação em Santa Catarina segundo estudo divulgado nesta semana pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). No estado 3% das rodovias estão em estado péssimo, 8% ruim, 25% regular e 64% bom, de acordo com o Índice de Condição de Manutenção.  

Nos 62 quilômetros da BR 163, entre São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira, a situação de quase todo o trecho é de ruim ou péssimo. O presidente da Associação dos Municípios do Extremo Oeste de Santa Catarina e prefeito de Guarujá do Sul, Cláudio Weschenfelder, disse que a paralisação das obras de melhorias da rodovia, durante quase dois anos, acabaram deteriorando o pavimento. Em julho foi realizada um tapa-buraco mas o piso ficou irregular e com falta de sinalização. 

O DNIT está suspendendo o contrato atual com a Sul-catarinense e vai lançar uma nova licitação para recuperação da via.

 

 Veja também
 
 Comente essa história