A Polícia Civil de Santa Catarina, com o apoio da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, prendeu na noite de quarta-feira, no estado gaúcho, o suspeito da morte de Maria Madalena Bueno, ocorrido na segunda-feira em Chapecó

De acordo com a Polícia Civil, o ex-companheiro da vítima estava foragido desde o crime e havia mandado de prisão preventiva. 

Maria Madalena Bueno, 39 anos, foi morta dentro da própria casa na madrugada de segunda-feira no bairro Pinheirinho, em Chapecó. De acordo com a Polícia Civil, trata-se de um feminicídio, e o motivo teria sido ciúme. 

Somente neste ano foram oito casos de feminicídio em Chapecó. Um dos autores cometeu suicídio. Os demais foram presos. A Polícia Civil orienta que as vítimas de violência doméstica busquem apoio, tanto pessoalmente como por telefone ou pela internet.

 Veja também
 
 Comente essa história