Darci Debona: Soja e suinocultura colaboram com crescimento de 6,6% na agropecuária catarinense Marcio Cunha/Especial

Suinocultura teve crescimento de 8,8% em valores e atingiu R$ 5,2 bilhões em Santa Catarina

Foto: Marcio Cunha / Especial

A produção de soja e a suinocultura foram os destaques no crescimento do Valor Bruto da Agropecuária (VBP) Catarinense, que consta na Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina que foi lançado às 10h desta terça-feira, na Secretaria da Agricultura do Estado em Florianópolis. O VBP mede o valor da produção quando ele sai do campo, sem contar a industrialização. A síntese foi produzida pelo Centro de Socieconomia e Planejamento Agrícola da Epagri.

Em 2017 a produção agropecuária atingiu R$ 29,5 bilhões, 6,6% a mais do que no ano passado. A maior parte desse valor é da pecuária, com R$ 17,5 bilhões. O maior valor continua da avicultura, com R$ 6,2 bilhões, mesmo com uma queda de 11,4% em relação a 2016. O motivo foi uma queda na produção ao longo do ano aliado a baixos preços pela perda de poder aquisitivo da população.

Já a suinocultura ampliou sua receita em 8,8%, chegando a R$ 5,2 bilhões, puxado por um crescimento no valor das exportações, que chegou a 14% em Santa Catarina.

Nas lavouras o faturamento cresceu 6,6% e atingiu R$ 10 bilhões. A lavoura de soja atingiu uma safra recorde de 2,4 milhões de toneladas, cerca de 20% a mais do que no ano passado. Com isso a oleaginosa atingiu o quarto maior valor do VBP, com R$ 2,5 bilhões e um crescimento de 5,8%. O crescimento só não foi maior em virtude da queda de preços. Queda que também atingiu o milho, que representa 1,3 bilhão.

São importantes também o fumo, com R$ 2,2 bilhões, o arroz, com 1,06 bilhão, a maçã, com 643 milhões, a banana, com 535 milhões e a cebola, com R$ 377 milhões.

Leia também:

 Exportações de suínos registram queda superior a 20% em novembro

Representantes do Mercosul encaminham documento para viabilizar Rota do Milho

Área de soja cresce pelo sexto ano consecutivo em Santa Catarina

 

 

 

 

 

 Veja também
 
 Comente essa história