Figueirense derrota o Paraná e reencontra caminho da vitória Ricardo Duarte/

Rafael Coelho marcou o sétimo gol e se mantém na artilharia da Série B

Foto: Ricardo Duarte

O Figueirense venceu o Paraná por 1 a 0 no Estádio Orlando Scarpelli, pela sétima rodada da Série B do Brasileiro e respira na competição. Há quatro rodadas sem vencer, o Furacão precisava de um resultado positivo para continuar projetando uma vaga no G-4.

Além disso, a partida desta sexta, marcou o reencontro do meia Fernandes com a torcida alvinegra em Florianópolis e com o gol do atacante Rafael Coelho aos 33 minutos do segundo tempo, a festa ficou completa.

>>> Assista ao gol do Figueirense (PFC)

O Figueirense volta a campo no próximo sábado, dia 27, às 16h10min, contra o Vasco, no Estádio Orlando Scarpelli. Com a vitória, o Figueirense sobe para oitava colocação, com 10 pontos.  Enquanto o Paraná, que permanece com 8 pontos e ocupa a 14ª colocação na tabela, recebe o Brasiliense, em Curitiba.

As classificações poderão sofrer alterações no complemento da sétima rodada, nesta sábado, dia 20.

O jogo

No início de partida as duas equipes erraram muitos passes e limitaram as jogadas no setor de meio-de-campo. A primeira chance clara de gol acontece aos 2 minutos, com o chute de fora da área de Bebeto. A bola passou ao lado do goleiro Wilson e saiu pela linha de fundo.

Aos 8 minutos, foi a vez do Figueirense levar perigo. Pedrinho cobrou falta pela direita. A bola foi levantada dentro da área do Paraná e Rafael Coelho desviou de cabeça para a defesa do goleiro Ney. Dois minutos depois, um escanteio para o Paraná e o goleiro Wilson saiu errado do gol. Na sobra, Elvis chutou e João Felipe tirou em cima da linha.

O jogo esfriou e o número de passes errados aumentaram. Só aos 23 minutos, o Figueirense voltou a levar perigo ao goleiro Ney. Schwenck recebeu pela esquerda, analisou a jogada e fez uma boa enfiada de bola para Rafael Coelho, mas o atacante alvinegro não dominou e o zagueiro do Paraná ficou com a bola. Três minutos depois, a jogada pareceu se repetir. Schwenck, novamente pela direita, enfiou para Rafael Coelho, a bola bateu na canela do atacante e ficou com a defesa do Paraná.

Aos 28 minutos, um lance duvidoso na área do Figueirense. Em uma cobrança de falta para o Paraná, Schwenck desviou e os jogadores reclamaram de toque na mão, mas o árbitro Wagner Reway mandou seguir. Um minuto depois, Lucas recebeu livre pela direita e bateu em cima do goleiro Ney. Na sequência, os zagueiros do Paraná ficou com a bola.

A última grande chance de gol no primeiro tempo aconteceu aos 44 minutos. Fernandes cruzou pela direita e Rafael Coelho tocou de cabeça, mas a bola sobrou fraca para a defesa de Ney.

Segundo tempo

Jogando em casa, o Figueirense se lançou ao ataque no segundo tempo. Logo aos 2 minutos, Egídio cruzou pela esquerda e Schwenck tocou de cabeça para a defesa de Ney. Três minutos depois, Egídio fez boa jogada pelo meio, mas recebeu falta. Na cobrança, Rafael Coelho chutou rasteiro e Ney, bem posicionado, defendeu com tranquilidade.

Aos seis minutos, Fernandes arriscou da entrada da grande área. A bola saiu com força e o goleiro do Paraná fez a defesa. Aos 10 minutos, em cobrança de escanteio, Rafael Coelho tentou de bicicleta, mas errou em bola. Na sequência, a defesa do Paraná ficou com a bola.

Passava dos 20 minutos, em um escanteio para o Paraná, a bola foi dividida dentro da área e Schwenck chutou o pé de Roger. O atacante alvinegro precisou ser retirado de maca e foi atendido fora de campo.

O gol do Figueirense saiu de uma jogada individual de Lucas aos 33 minutos. O jogador avançou pela intermediária e lançou Rafael Coelho. O atacante tirou do goleiro e bateu com perfeição para colocar a bola no fundo das redes. Rafael Coelho marcou seu sétimo gol e se mantém na artilharia da Série B do Brasileiro.

Aos 38 minutos, um acontecimento curioso. O técnico Roberto Fernandes chamou o zagueiro Bruno Perone, mas a torcida do Furacão começou a vaiar a possível substituição. O técnico do Figueirense voltou atrás e colocou Anderson Pico no lugar de Schwenck.

Antes do fim da partida, o Paraná teve uma chance clara para empatar a partida. Marcelo Toscano, pela direita, cruzou a bola para Dinelson, que subiu sozinho para cabecear, mas Wilson fez uma ótima defesa.

Matéria atualizada às 23h20min

Gol: Rafael Coelho, aos 33 minutos do segundo tempo (F).
Cartões Amarelos: Marcelo Toscano e Dirley (P). Wilson, Rafael Coelho e João Felipe (F).
Público: 6.093
Renda: R$ 22.999,50
Arbitragem: Wagner Reway, auxiliado por Lincoln Ribeiro Taques e Paulo César Silva Faria.
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.
FIGUEIRENSE (1)PARANÁ (0)
Wilson; Lucas, João Filipe, Régis, Egídio; Roger, Alê (Kássio), Pedrinho (Carlinhos), Fernandes; Rafael Coelho e Schwenck (Anderson Pico).
Técnico: Roberto Fernandes
Ney; Marcelo Toscano, Freire, Dirley, Fabinho; Adoniran, João Paulo, Davi (Dinelson), Elvis (Wando); Alex Afonso e Bebeto (Edimar).
Técnico: Zetti
CLICESPORTES
 DC Recomenda
 
 Comente essa história