Avaí faz a melhor campanha de um time catarinense no Brasileirão Julio Cavalheiro/

Avaí fechou o ano com o quarto melhor ataque do Brasileirão

Foto: Julio Cavalheiro

O Avaí alcançou a única meta que faltava no inesquecível ano de 2009. Com a vitória sobre o Náutico, por 1 a 0, sábado à noite, no estádio dos Aflitos, e os tropeços de Atlético-MG, Goiás e Grêmio, o Leão encerrou a participação no ano de estreia na elite em sexto lugar, a melhor de clubes catarinenses na Série A, superando o Figueirense, que terminou com os mesmos 57 pontos, mas na sétima colocação em 2006. O Avaí obteve 15 vitórias, 12 empates 11 derrotas, 61 gols anotados e 52 sofridos na competição.

A vitória foi construída com um gol que teve a cara do Leão na competição, uma equipe entrosada e objetiva. Ferdinando lançou Cristian, que passou para Eltinho chutar forte e vencer o goleiro Gledson, aos 34 minutos do primeiro tempo. O auxiliar técnico Paulo Antônio Pereira, substituto de Silas - que não retornou da Espanha a tempo - resumiu o ano com algumas virtudes da equipe.

— Fechamos com chave de ouro e os números falam por si. Os atletas, pelo comprometimento, estão de parabéns — elogiou.
 
De acordo com o coordenador geral de Futebol, Moisés Cândido, Jorginho, auxiliar técnico do Palmeiras, é o nome preferencial da direção para substituir Silas. O treinador será contatado hoje em São Paulo e pode ser anunciado na terça ou quarta-feira. O coordenador também admitiu a saída de três jogadores titulares. Léo Gago já foi embora. Os demais podem ser Muriqui (pretendido pelo Cruzeiro), Marquinhos ou William.

Para completar a campanha do Leão, a equipe foi, entre as 20 que disputam o Brasileirão, a que levou o menor número de cartões amarelos e vermelhos. O time comandado por Silas foi eficiente no setor ofensivo terminando a competição com o quarto melhor ataque com 61 gols, perdendo apenas para Grêmio, com 67 gols, Inter, com 65 e Goiás, que anotou 64 gols.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história