Victor e Léo aderem à campanha Crack, Nem Pensar na Festa da Maçã em São Joaquim Alvarélio Kurossu/

Logo no inicío da apresentação, Victor e Leo falaram sobre a campanha do Grupo RBS

Foto: Alvarélio Kurossu

Além de boa gastronomia, tradicionalismo e o clima típico da região mais fria do Brasil, a 18ª Festa Nacional da Maçã, em São Joaquim, na Serra Catarinense, contou com presença de uma das duplas sertanejas de maior sucesso do país: Victor e Léo, que vestiram a camisa e aderiram à campanha Crack, Nem Pensar, do Grupo RBS.

Os irmãos, naturais de Abre Campo (MG), subiram ao palco principal do Parque Nacional da Maçã à 0h45min e, logo no começo da apresentação, falaram do assunto:

— Não somos contra as drogas, mas a favor de pessoas felizes. Somos pais de crianças pequenas e, para nós, seria a pior coisa do mundo se soubéssemos que nossos filhos estão envolvidos nisso. Crack, nem pensar.

Nove mil pessoas

Numa noite fria e chuvosa, o show de Victor e Leo durou cerca de uma hora e meia. Nove mil pessoas assistiram à apresentação, passando para 25 mil o público total desde o início da festa, na última sexta-feira. Confira a programação completa na tabela abaixo.

Canção Nativa

Outra atração da noite de terça-feira foi a final da 5ª Nevada da Canção Nativa, festival que revela, divulga e premia talentos da música nativista. Neste ano, o concurso recebeu as inscrições de 306 canções de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Argentina e Paraguai.

Destas, 16 foram selecionadas para as disputas e para o CD do festival. Foram distribuídos R$ 17 mil em prêmios para oito categorias, sendo campeã a composição Rebenque, com letra de Xirú Antunes e música de Juliano Gomes.

— A Nevada não perde para nenhum festival de canção nativista. É tão boa quanto a Sapecada, na Festa do Pinhão, em Lages, e é muito emocionante — elogiou Douglas Oliveira, de 22 anos, que saiu de Lages vestido a caráter para acompanhar, principalmente, a final da Nevada.

Nesta quarta-feira, a entrada no parque foi um quilo de alimento não perecível, e as principais atrações foram os grupos Os Serranos e Só Modão.

Na quinta-feira, o show principal será GDO do Forró. Na sexta, começa o 14º Rodeio Crioulo Nacional, que vai distribuir mais de R$ 30 mil em prêmios, além dos shows de Calcinha Preta e Cachorro Grande.

No sábado, tem a dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano e, no domingo, para fechar a festa, tem Osvaldir e Carlos Magrão.
Principais atrações na Festa da Maça nos próximos dias
Quinta-feira (22/04)
— Ingressos: entrada gratuita até as 15h; depois: R$ 20 (R$ 10 para estudantes e idosos)

— 21h30min: GDO do Forró (palco nacional)

— 22h30min: Walter Moraes e Campeiros do Rio Grande (palco 1)
Sexta-feira (23/04)
— Ingressos: R$ 20 (R$ 10 para estudantes e idosos)

— 8h: 14º Rodeio Crioulo Nacional (cancha de laço)

— 21h: Banda Zawajus (palco 1)

— 22h30min: Calcinha Preta (palco nacional)

— 1h30min: Cachorro Grande (palco nacional)
Sábado (24/04)
— Ingressos: R$ 25 (R$ 12 para estudantes e idosos)

— 8h: 14º Rodeio Crioulo Nacional (cancha de laço)

— 18h30min: Premiação do 2º concurso maior pinheiro araucária da Serra Catarinense, com o tema maior nó de pinho (palco 1)

— 23h50min: Zezé Di Camargo e Luciano (palco nacional)

— 2h: Rivais de Ninguém, Especial Pink Floyd (palco 1)
Domingo (25/04)
— Ingressos: R$ 20 (R$ 10 para estudantes e idosos)

— 8h: 14º Rodeio Crioulo Nacional (cancha de laço)

— 19h30min: Osvaldir e Carlos Magrão (palco nacional)

— 20h30min: Banda The Zorden (palco 1)
 Veja também
 
 Comente essa história