Sobre informações que estão circulando na internet envolvendo menores, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), com o intuito de proteger e evitar dano a cidadãos ainda em formação, proíbe, em seu artigo 247, a identificação de menores vítimas ou de alguma forma relacionados a atos infracionais.

O Grupo RBS obedece ao estatuto e reforça essa orientação em seu Guia de Ética, Qualidade e Responsabilidade Social: "Notícias e reportagens sobre crianças e adolescentes devem merecer redobrado cuidado de jornalistas da RBS. De acordo com o ECA, não é permitida a identificação de crianças e adolescentes envolvidos em crimes tanto pelo rosto quanto por outras partes do corpo ou pelas roupas. Também não podem ser divulgadas as iniciais do nome e nem identificados os pais de crianças e adolescentes envolvidos em crimes". O Guia de Ética da RBS está disponível no site da empresa www.gruporbs.com.br.

Confira aqui o Estatuto da Criança e do Adolescente
 Veja também
 
 Comente essa história