Vitórias suadas marcam estreias do Brasil em Copas do Mundo Banco de Dados/

A única goleada em estreias foi protaginizada pela Seleção de 1970, contra a Tchecoslováquia

Foto: Banco de Dados

Derrota em estreia? Isso não é com o Brasil. E a prova está nos números. Nas últimas 10 partidas inaugurais da Seleção em Copas do Mundo, foram oito vitórias e apenas dois empates. O resultado que mais se repetiu foi o 2 a 1. Ocorreu em quatro das 10 estreias.

Mas apesar dos números pra lá de favoráveis nas rodadas iniciais, as vitórias não costumam ser fáceis. A única goleada foi aplicada pela lendária Seleção de 1970: 4 a 1 em cima da Tchecoslováquia, com gols de Pelé, Jairzinho duas vezes e Rivelino. Em seis estreias, mesmo jogando contra equipes de menor expressão, o Brasil venceu por apenas um gol de diferença.

Relembre as 10 últimas estreias da Seleção

1970 - Brasil 4 x 1 Tchecoslováquia

Considerada a melhor equipe de todos os tempos, a Seleção de 1970 começou sua trajetória no México com um susto. Petras abriu o placar para a Tchecoslováquia na partida de estreia, mas o Brasil reagiu e terminou goleando por 4 a 1. Pelé, Jairzinho duas vezes e Rivelino marcaram os gols brasileiros. A partida ficou marcada pelo chute desferido do meio do campo por Pelé, que passou rente à trave do goleiro da Tchecoslováquia. No decorrer do campeonato, o Brasil fez uma campanha impecável e conquistou o seu terceiro título Mundial.

1974 - Brasil 0 x 0 Iugoslávia

A estreia do Brasil na Copa de 1974 anunciava a má campanha que estava por vir. Um empate sem gols com a Iugoslávia foi o cartão de visitas da equipe dirigida por Zagallo. Sem Pelé, a Seleção se classificou com apenas quatro pontos na fase de grupo, mas caiu na etapa seguinte, depois de perder para a Holanda por 2 a 0.

1978 - Brasil 1 x 1 Suécia

Vindo de uma campanha decepcionante na Copa anterior, o Brasil tentava recuperar o prestigio internacional. Mas a estreia na Copa de 1978, na Argentina, foi decepcionante. Um empate em 1 a 1 com a Suécia, com gol de Reinaldo. O Brasil seria eliminado na segunda fase após a polêmica goleada de 6 a 0 da Argentina sobre o Peru. Até hoje se comenta que os jogadores peruanos teriam facilitado o jogo para a Argentina.

1982 - Brasil 2 x 1 União Soviética

Em 1982, o Brasil começava a formar uma das seleções mais talentosas dos últimos anos. Na estreia, venceu de virada a União Soviética por 2 a 1. Sócrates e Éder, no final do jogo, marcaram os gols brasileiros. Depois de encantar o mundo na primeira fase, a Seleção foi eliminada na lendária partida contra a Itália, com três gols de Paolo Rossi.

1986 - Brasil 1 x 0 Espanha

Mais uma vez, a Seleção chegava até a Copa com uma equipe muito talentosa. Porém, a estreia não teve brilho. Sócrates marcou o único gol da vitória sobre a Espanha. A partida foi marcada pela reclamações dos espanhóis, que pediram impedimento no gol do Brasil e reclamaram de um gol anulado marcado pelo meia espanhol Michel. Nas quartas-de-final a Seleção foi eliminada nos pênaltis pela França. Zico, que acabara de entrar no jogo no lugar de Muller, perdeu uma cobrança no tempo normal.

1990 - Brasil 2 x 1 Suécia

Muito contestada durante toda a fase preparatória, a seleção comandada pelo técnico Sebastião Lazaroni iniciou sua campanha na Copa com uma vitória por 2 a 1 contra a Suécia com dois gols do centroavante Careca. A atuação defensiva e burocrática revoltou torcedores. Mas a tristeza maior ainda estava por vir. A eliminação veio nas oitavas-de-final justamente contra a eterna rival Argentina. Após uma jogada genial de Maradona, Caniggia fez o gol da vitória dos hermanos.

1994 - Brasil 2 x 0 Rússia

Já se passavam 24 anos desde o último título Mundial. O povo brasileiro estava carente. E a estreia da Seleção na Copa de 1994 devolveu a esperança aos torcedores. Vitória tranquila por 2 a 0 sobre a Rússia, com gols do artilheiro Romário e do meia Raí, de pênalti. Com um time equilibrado, a seleção dirigida por Carlos Alberto Parreira conquistou o título após vencer nos pênaltis a Itália. A cobrança de Roberto Baggio para fora fez explodir o país em festa.

1998 - Brasil 2 x 1 Escócia

Com a responsabilidade de defender o título de 1994, o Brasil iniciou sua campanha na França contra a Escócia. Em um jogo encardido, a Seleção abriu o placar com um gol de cabeça de César Sampaio. Em cobrança de pênalti, Collins empatou. Mas no sufoco, após lançamento de Dunga, atual técnico do Brasil, Cafú bateu, o goleiro defendeu, mas a bola tocou em um zagueiro escocês e entrou mansamente. A Seleção chegou até a final, mas acabou derrotada pela França por 3 a 0.

2002 - Brasil 2 x 1 Turquia

O duelo inicial na Copa de 2002 parecia não oferecer nenhum risco ao Brasil. Só parecia. O jogo foi tenso e o gol da vitória só saiu em um pênalti muito polêmico. Ronaldo abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo, mas Hasan Sas empatou no último minuto da etapa inicial. Aí entrou a estrela do técnico Felipão. Ele promoveu a entrada de Luisão, que aos 40 minutos do segundo tempo foi derrubado fora da área, mas o juiz se equivocou e marcou pênalti. Na cobrança, Rivaldo garantiu a vitória brasileira. Com a sorte ao seu lado, o Brasil conquistou o penta ao bater a Alemanha na final por 2 a 0.

2006 - Brasil 1 x 0 Croácia

Com craques como Ronaldinho e Kaká em plena forma, o Brasil chegou à Alemanha como franco favorito. Porém, a partida de estreia já mostrava que o técnico Carlos Alberto Parreira enfrentaria muitos problemas. A vitória magra veio com um gol de Kaká no final do primeiro tempo. Sem o brilho das grandes estrelas, o Brasil acabou eliminado para a França nas quartas-de-final.

 Veja também
 
 Comente essa história