Socorristas da mina San José viram exemplos de coragem no Chile Divulgação, Governo Chile/

Socorristas enfrentaram o medo do desconhecido e desceram até o refúgio onde estavam os 33 mineiros

Foto: Divulgação, Governo Chile

Às 23h18min de terça-feira, Manuel González Pavéz ficou famoso. Ao pisar na cápsula Fênix 2 para descer onde os 33 mineiros presos sonharam por 69 noites em sair, o experiente González foi o primeiro de cinco socorristas a colocar em prática o treinamento de três dias sem descanso. Pelo rádio, mandou suas primeiras impressões do buraco onde corajosamente se enfiou:

– Estou feliz, mas louco de calor.

Ao se espalhar, a frase deu voz a um novo herói chileno. No Twitter, González foi comparado ao primeiro homem a pisar na Lua, Neil Armstrong, por ser o primeiro a descer e enfrentar o risco do desconhecido.

> O blog Resgate no Chile acompanhou 
o que aconteceu no acampamento
Esperanza. Clique para ler


A verdade sobre González tem dose suficiente de curiosidade: aos 46 anos, o socorrista foi atacante do O’Higgins de Rancagua nos anos 1980. Ao chegar à mina, após 17 minutos, reencontrou-se com um velho conhecido: o mineiro Franklin Lobos, que enfrentou há 25 anos nos gramados do Chile.

González, que trabalha na Corporação Nacional de Cobre (Codelco) há 20 anos, foi o primeiro dos cinco socorristas que desceram à mina até a noite de ontem e seria o último a sair.

Antes de entrar na cápsula, González teve momentos de pompa. Ouviu do presidente Sebastián Piñera que fosse com Deus e trouxesse os rapazes de volta. Respondeu:

– Assim o faremos, presidente.

Ao todo, 17 profissionais foram treinados para entrar na Fênix, entre funcionários da Codelco e militares. O enfermeiro Roberto Ríos desceu logo em seguida, à 0h27min de quarta, e os outros três – Patricio Roblero, Patricio Sepúlveda e Jorge Bustamante – entraram na mina ao longo do dia de resgate.

Ríos tem experiência em resgate em combate e no trabalho em espaços pequenos, e já atuou no Iraque. Em entrevista à rede americana CNN, definiu o espírito da equipe:

– Estamos preparados para o pior, mas esperando o melhor – disse.

Saiba quem são os profissionais que desceram à mina: 

Manuel González Pavéz, 46 anos, trabalha desde 1998 como socorrista especializado em minas e avanço vertical.

Roberto Ríos, 34 anos, é enfermeiro especializado em resgate de guerra e em sobrevivência e fuga de lugares confinados. 

Patricio Roblero é enfermeiro da da marinha, experiente em resgate em zonas hostis.
 
Patricio Sepúlveda é paramédico e cabo da polícia chilena. 

Jorge Bustamante, 41 anos, é resgatista e especializado em operar equipamentos pesados. 

O desfecho

O resgate dos 33 mineiros presos na mina San José, no norte do Chile, foi concluído com sucesso na noite desta quarta-feira, com a saída de Luis Urzúa, 54 anos, topógrafo, chefe de turno e líder do grupo que ficou 69 dias sob a terra. Urzúa, que foi recebido pelo presidente chileno, Sebastián Piñera, emergiu do túnel de resgate às 21h56min.

Veja a ordem do salvamento

1 - Florencio Avalos, 31 anos, chegou à superfície à 0h10min desta quarta-feira. Ao deixar a cápsula, o mineiro ganhou um abraço dos filhos e da mulher.
 

2 - Mario Sepúlveda, 40 anos, chegou à superfície à 1h09 da madrugada desta quarta-feira. Momentos após o resgate, ele tirou o capacete e presenteou familiares e políticos com pedaços de rochas do interior da jázida.

3 - Juan Illanes, 52 anos, chegou ao solo às 02h08min. Casado e conhecido como veterano do conflito fronteiriço entre Chile e Argentina em 1978, o ex-militar foi recebido pela mulher e o filho na superfície.


4 - Carlos Mamani, 23 anos, chegou ao solo 03h09min e foi aguardado por sua esposa, que segurava uma bandeira boliviana. Na saída, se ajoelhou como forma de agradecimento.


5 - Jimmy Sánchez, 19 anos, demorou quinze minutos para chegar até a base, às 04h10min e não conteve a emoção ao abraçar os familiares. Ao ser carregado pela maca para receber os primeiros cuidados médicos, Sánchez fez sinal de positivo e finalmente sorriu.

6 - Osman Araya, 30 anos, saiu da cápsula às 05h34min. Antes de sair carregado pela maca, Araya abraçou a esposa emocionado e agradeceu a todos os envolvidos na operação.

7 - José Ojeda, 46 anos, era um dos que mais preocupavam as equipes de resgate. Diabético, o mineiro foi trazido à superfície por volta 6h15min desta quarta-feira. Ojeda, que é viúvo, foi esperado do lado de fora da cápsula por sua enteada. Sorrindo, o mineiro acenou à multidão e em seguida foi colocado em uma maca para atendimento médico.

8 - Claudio Yáñez, 34 anos, deixou a cápsula às 7h desta quarta-feira. Ao sair, recebeu abraço da mulher e da filha que o aguardavam ansiosas. Yáñez é operador de máquina. Emocionado, ele cumprimentou a todos e seguiu para avaliação médica.

9 - Mário Gomez, de 63 anos, é o mais velho do grupo. Ao ser resgatado, vibrou com a multidão e fez questão de segurar a bandeira do Chile. A esposa aguardava emocionada ao lado da cápsula. Pai de quatro filhos, o mineiro ajoelhou logo após abraçar a mulher e rezou por alguns instantes.

10 - Alex Vega Salazar, de 32 anos. Ele saiu da cápsula por volta das 8h50min desta quarta. Mecânico de máquinas pesadas, Vega é casado. A mulher foi a primeira a abraçar o trabalhador.

11 - Jorge Galleguillos, 56 anos, chegou à superfície às 09h32min. O experiente mineiro foi o décimo primeiro a ser resgatado da mina San José. Galleguillos, de longa barba grisalha, é casado e sofre de hipertensão.

12 - Edison Peña, de 34 anos, foi resgatado às 10h12min. Ele foi o autor de um dos mais emocionados bilhetes enviados à superfície, no qual relatou o desespero dos primeiros dias de clausura, quando estavam incomunicáveis. Peña foi o responsável por providenciar sistemas elétricos no interior da mina.

13 - Carlos Barrios, de 27 anos, saiu da cápsula às 10h55min. Ele é casado e a mulher dele descobriu que estava grávida uma semana depois do soterramento dos trabalhadores. Ele será pai pela segunda vez.


14 - Víctor Zamora, de 33 anos, chegou à superfície após 11 horas de operações sob aplausos e gritos das milhares de pessoas presentes no local. Ao sair, Zamora abraçou demoradamente a esposa, que está grávida do segundo filho. O mecânico se destacou entre os colegas por ser bem humorado e fazer poemas.

15 - Víctor Segovia, de 48 anos. Ele saiu da cápsula por volta do 12h05min desta quarta. Eletricista, Segovia é casado e era encarregado de registrar por escrito o que ocorria dentro da mina.

16 - Daniel Herrera Campos, 27 anos, foi o décimo sexto mineiro resgatado da mina San Jose, no Chile. O motorista é torcedor do Audax Italiano, por isso recebeu uma camisa do time assinada por todos os jogadores.

17 - Omar Reygadas Rojas, 56 anos, eletricista, é pai de cinco filhos. Em seus 30 anos como minerador, já ficou soterrado em três ocasiões. Ao sair da cápsula, ele se ajoelhou e comemorou. Depois de deitar na maca, Rojas a bandeira de seu time.

18 - Esteban Rojan, 44 anos, foi resgatado após mais de 17 horas de operações. Na superfície, se ajoelhou e rezou. Depois abraçou a esposa, Jessica Yáñez, a quem, depois de 25 anos de casamento civil, prometeu se casar na Igreja, numa carta que enviou enquanto estava na mina. 

19 - Pablo Rojas, 45 anos, recebeu um abraço carinhoso do filho, Michell, e o ministro de Mineração, Laurence Golborne. Também saudou com os braços erguidos os socorristas. O mineiro é primo de Esteban Rojas, que saiu da mina logo antes dele.

20 - Darío Segovia, 48 anos, operador de máquinas, é integrante de uma família de mineiros. Bastante emocionado, Segovia saiu da cápsula e abraçou os socorristas, a mulher, Jessica Chille, e balançou com força a bandeira chilena. A esposa tirou várias fotografias do marido.

21 - Yonni Barrios, 50 anos, foi um dos casos mais curiosos, já que duas mulheres disseram ser suas companheiras e travaram uma disputa, que terminou em briga. A volta à superfície de Barrios pôs fim a um dos maiores suspenses relacionados com o resgate. Foi a amante quem o recebeu com um longo abraço na saída do duto.

22 - Samuel Ávalos, de 43 anos, foi o 22º mineiro a ser içado à superfície e resgatado no Chile. Ao sair à superfície, beijou longamente sua esposa Ruth, com a qual tem quatro filhos. Apesar do sobrenome, não é irmão de Florencio nem de Renán Avalos, presos junto com ele na mina San José.

23 - Carlos Bugueño, 27 anos, ficou abraçado por um longo tempo com a mãe, que esteve à sua espera no acampamento desde o primeiro dia do acidente, e posteriormente cumprimentou o presidente Sebastián Piñera, quem deu boas-vindas "à vida".

24 - José Henríquez, 54 anos, casado e guia espiritual dos mineiros. Sua esposa não conseguiu conter o choro ao ver o marido sair da cápsula, abraçando-o longamente, e ambos levantaram as mãos em um sinal de êxito e felicidade.

25 - Renán Ávalos, 29 anos, solteiro e irmão de Florencio Ávalos, é o 25º resgatado no Chile. O mineiro abraçou sua companheira por longos segundos, enquanto o restante da família Ávalos se abraçava no acampamento, ao ver libertado o segundo dos irmãos soterrados.

26 - Claudio Acuña, 44 anos, operador de perfuradora e solteiro, trabalhava na mina há apenas três dias antes do soterramento. O mineiro foi direto para os braços da mulher, a quem deu um grande abraço que também incluiu a filha de dois anos, que chorava, e posteriormente entrou no hospital de campanha envolto numa bandeira chilena.

27 - Franklin Lobos, 53 anos, ex-jogador de futebol, é ex-parceiro de Iván Zamorano, com quem jogou no clube Cobresal na década de 80. Ele foi recebido por sua filha, Carolina Lobos, que o abraçou entre soluços e lhe entregou uma bola com a frase "estamos te esperando". Lobos a utilizou para fazer embaixadinhas.

28 - Richard Villarroel, de 27 anos, foi recebido com lágrimas pelos irmãos e pela mãe, que pensava que seu filho era comerciante porque Villarroel nunca contou que trabalhava em uma mina. A mãe de seu futuro filho está perto de dar à luz, e por isso precisou assistir ao resgate de casa.

29 - Juan Aguilar, 49 anos, casado, foi resgatado no início da noite desta quarta-feira. Após 19 anos trabalhando como mineiro e quase 70 dias preso pelo desmoronamento, Aguillar foi recebido pela mulher, que abriu passagem entre técnicos e funcionários para beixar o marido assim que ele saiu da cápsula de resgate.

30 - Raúl Bustos, 40 anos, mecânico hidráulico, casado, trabalhava como mecânico nos estaleiros da Marinha chilena em Talcahuano, porto destruído pelo tsunami de 27 de fevereiro. Ele foi recebido com um beijo por sua sorridente mulher, Carola Narvaez, e disse ao presidente Sebastián Piñera que seguisse "pelo mesmo caminho".

31 - Pedro Cortez, 24 anos, eletricista, solteiro, é o 31º resgatado no Chile. Solteiro, pai de uma filha e vítima de um acidente anterior que lhe custou um dedo, Cortez foi recebido por sua prima pequena, que se derramou em lágrimas e foi abraçada pelo tio.

32 - Ariel Ticona, de 29 anos, motorista de máquina pesada e casado, é o penúltimo minerador resgatado no Chile nesta quarta-feira. Sua mulher, Margarita, deu à luz a terceira filha durante a o perído em que ele estava na mina e a batizou de Esperanza (Esperança) a pedido do marido.

33 - Luis Urzúa, de 54 anos, topógrafo e chefe de turno, é o lider do grupo e foi o último a ser resgatado. Ele foi recebido com grande festa do lado de fora às 21h56min. Após abraçar seu filho, cantou o hino chileno e ouviu o discurso do presidente Piñera.

Em gráfico, entenda o resgate dos mineiros:

ZERO HORA
 Veja também
 
 Comente essa história