A Coreia do Norte anunciou em comunicado que não hesitará em realizar mais ataques caso a Coreia do Sul promova "provocações militares" novamente, informou o site do jornal espanhol El País. Depois de garantir que não começou o ataque de artilharia que atingiu a ilha sul-coreana de Yeonpyeong na terça-feira e deixou quatro mortos, o governo norte-coreano afirmou que está demonstrando um "controle sobre-humano", mas tem armas preparadas para atacar.

>> Veja imagens dos ataques ocorridos na terça-feira
>> Veja o infográfico com o histórico do conflito entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul:


Após o anúncio de Seul de que reforçaria a segurança nas ilhas ao redor das águas atingidas pelo ataque, no Mar Amarelo, Pyongyang rejeitou a oferta de diálogo da ONU, que pretendia diminuir a tensão na península coreana e facilitar a comunicação entre os países vizinhos. De acordo com um porta-voz do Ministério da Defesa sul-coreano, a Coreia do Norte considera que "não ganharia muito com essas conversações".

Veja onde foi o ataque


Visualizar Coreia do Norte lança ataque contra ilha sul-coreana em um mapa maior

 Veja também
 
 Comente essa história