Morte de turista argentino em Florianópolis ocorreu a cerca de 200 metros de posto policial Julio Cavalheiro/

Crime aconteceu em Canasvieiras, no Norte da Ilha de Santa Catarina

Foto: Julio Cavalheiro

O turista argentino Raúl Alberto Baldo, de 48 anos, foi assassinado na madrugada desta terça-feira a cerca de 200 metros de um posto da Polícia Militar. O crime aconteceu 0h53min na rua Rodolfo Hickel, no bairro Canasvieiras, no Norte da Ilha, em Florianópolis.

Baldo levou um tiro na frente da família ao brigar com um assaltante. O argentino havia chegado a Florianópolis e estava com a mulher e dois filhos, de 11 e 14 anos.

Antes de procurarem um hotel, eles foram olhar a praia. Enquanto a família estava fora do carro, um Space Fox prata, um homem tentou arrombar o veículo. O argentino percebeu o que estava acontecendo e começou a brigar com o criminoso.

Baldo acabou baleado e morreu no local. O suspeito fugiu com o carro e todos os pertences da família. Até o momento, ninguém foi preso.

O corpo do argentino foi encaminhado na madrugada para o Instituto Médico Legal (IML). A equipe aguarda um documento para fazer a autópsia.

Solidariedade

Uma família de argentinos que ficou sabendo do crime foi à 7º Delegacia de Polícia prestar solidariedade à mulher e aos filhos de Baldo.
COM INFORMAÇÕES DO DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história