A agência de classificação de risco Moody's comunicou que está colocando os ratings da dívida soberana do Japão em revisão para possível rebaixamento, tendo em vista que o governo do país continua a enfrentar um impasse político sobre a consolidação fiscal e sobre como financiar as obras de reconstrução após a catástrofe de 11 de março. A Moody's disse que está revendo os ratings Aa2 dos bônus em moeda local e em moeda estrangeira, para os quais ela atribuiu uma perspectiva negativa em 22 de fevereiro.

Segundo a agência, a revisão foi provocada pela "preocupação intensificada de que as incertas perspectivas de crescimento econômico e uma resposta política fraca possam tornar mais desafiadora a capacidade do governo para traçar e atingir uma meta confiável de redução do déficit".

A Moody´s disse que, sem a consolidação fiscal, o nível de endividamento do Japão "aumentará inexoravelmente a partir de um patamar que já está bem acima do de outras economias avançadas". A dívida do Japão já supera os 200% do PIB segundo a maioria das medições, o nível mais alto entre os países industrializados.

O anúncio da Moody's se segue à ação da Fitch, que na sexta-feira informou estar atribuindo uma perspectiva negativa para seu rating AA- da dívida japonesa. A Standard Poor's também tem uma perspectiva negativa para seu rating AA-. As informações são da Dow Jones.
AGÊNCIA ESTADO
 DC Recomenda
 
 Comente essa história