O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), afirmou que o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, tem de dar explicações sobre a evolução de seu patrimônio, mas que essa questão não pode ser tratada como uma disputa entre governo e oposição.

Ele preferiu transferir ao Ministério Público a decisão de investigar ou não suposta prática de tráfico de influência pelo ministro por meio da Projeto, empresa de propriedade de Palocci.

— Ele tem de se explicar —  disse Maia, que continuou: — Também acho que ele está fazendo isso na Procuradoria da República. Eu prefiro aguardar a manifestação da procuradoria. Não se pode transformar em disputa de governo e oposição. A procuradoria tem de tratar do assunto e tomar uma decisão de investigar ou não. Aqui na Câmara o debate é político e não serve para ninguém — completou Maia.
AGÊNCIA ESTADO
 DC Recomenda
 
 Comente essa história