Uma comissão do Senado Federal deve visitar Florianópolis na próxima sexta-feira para uma audiência pública em que serão ouvidas as experiências e dificuldades da Defesa Civil de Santa Catarina no atendimento a casos de catástrofes climáticas no Estado. A reunião é a primeira de uma série de cinco que devem ser feitas em todas as regiões do país. Na capital catarinense, o encontro está marcado para as 9h30min, no plenário da Assembleia Legislativa.

Além da troca de experiências, a audiência deve servir ainda para discussão em torno das propostas que estão em tramitação no Congresso Nacional, referentes ao tema e para a análise do modelo de países onde a resposta a catástrofes climática é eficiente, como Japão, Chile e Estados Unidos. Com as audiências, a Comissão pretende criar uma legislação com o foco na prevenção e na resposta rápida.

Segundo o relator da Comissão, o senador catarinense Casildo Maldaner, Santa Catarina foi escolhida para sediar o encontro na região Sul devido à frequência com que o Estado vem passando por problemas relacionados a catástrofes climáticas e ao fato de a Defesa Civil no Estado já acumular experiência na área. A Comissão de Defesa Civil do Senado é temporária e terá 90 dias para concluir o trabalho.

Devem participar do encontro os senadores Jorge Vianna, presidente da comissão; Casildo Maldaner, relator; Inácio Arruda, vice-presidente e Delcídio Amaral. Também estarão na audiência os senadores catarinenses Luiz Henrique da Silveira e Paulo Bauer, além dos secretários de Defesa Civil dos três Estados do Sul, prefeitos de municípios atingidos por catástrofes e deputados que compõe a Comissão de Defesa Civil da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.
DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história