Uma reunião de negociação entre representantes dos professores da rede estadual de Santa Catarina e o governador Raimundo Colombo foi marcada para esta quinta-feira. O encontro será no Centro Administrativo do Governo do Estado em Florianópolis.

Na tarde desta quarta-feira, uma comissão formada por professores e membros do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) foi até o Centro Administrativo para sugerir uma nova negociação.

A comissão foi recebida pelo secretário da Casa Civil, Antônio Ceron, que depois de falar com o governador, que está Brasília, confirmou a reunião e anunciou que uma nova proposta será apresentada. Na Capital Federal, Colombo participou de audiência com o ministro da Educação, Fernando Haddad, com quem discutiu o pagamento do Piso Nacional da Categoria em SC e pediu ajuda financeira, que foi negada.

Mesmo que agrade a categoria, a proposta do governo não acaba de imediato com a greve dos professores que começou no dia 18 de maio. De acordo com o secretário de assuntos jurídicos do Sinte, Aldoir José Kraemer, a proposta será levada para assembleias regionais e depois será votada em uma assembleia estadual, como a que ocorreu no dia 11, que decidiu pela paralisação.

O horário da reunião será definido na manhã desta quinta-feira.

Os professores frisam que só aceitarão uma proposta em que o pagamento do Piso Nacional da Categoria, de R$ 1.187,97, seja pago como salário inicial, com os abonos e benefícios já conquistados adicionados ao valor. A útlima proposta do governo sugeria o pagamento do piso incorporando estes valores ao salário. Esta possibilidade foi descartada pela categoria.
DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história