Montadora chinesa de caminhões vai instalar fábrica em Lages, na Serra catarinense Divulgação/Agencia RBS

A fábrica seria no parque de Inovação da Serra Catarinense (Pisc) e ocuparia um terreno de um milhão de metros quadrados

Foto: Divulgação / Agencia RBS

O governo catarinense e a montadora de caminhões chinesa Sinotruck assinam na tarde desta terça-feira, no Hotel Sheraton, em São Paulo, um protocolo de intenções para construção de uma fábrica em Lages. O documento prevê que em três anos as instalações estarão concluídas e vão empregar 1,1 mil trabalhadores já contando os empregados em empresas fornecedoras de peças. O valor dos investimentos será divulgado somente após o encontro desta terça, informa o secretário de desenvolvimento Econômico de Lages, Dilmar Monarim.

O protocolo de intenções significa que a empresa chinesa se compromete a investir na cidade. A fábrica seria no parque de Inovação da Serra Catarinense (Pisc) e ocuparia um terreno de um milhão de metros quadrados que fica em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal da localidade de Índios. O anunciou chega após seis meses de negociações do governo Estado e a fábrica chinesa.

A Sinotruck tem presença no mercado nacional desde abril de 2010 e neste período foram importados cerca de mil veículos. Ela é subsidiária da China National Heavy Duty Truck Group Company. O protocolo de intenções também prevê que as importações vão ocorrer a partir de portos catarinenses.

Depois da reunião haverá um comunicado oficial à empresa, mas informações preliminares apontam que a implantação será em três etapas. Antes das da construção da fábrica os caminhões serão importados para conseguir participação no mercado brasileiro. Em seguida, será erguida a montadora em Lages, com a geração de 400 empregos diretos. Na etapa final, chegarão as fornecedoras de peças e um total 1,1 mil pessoas estarão trabalhando em função da fábrica, gerando faturamento anual de R$ 1 bilhão.
DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história