César Souza Júnior é o nome do PSD para a Prefeitura de Florianópolis Jessé Giotti/Agencia RBS

Escolha foi feita na manhã deste sábado

Foto: Jessé Giotti / Agencia RBS

Ao som da bateria da Protegidos da Princesa, o deputado estadual César Souza Júnior foi confirmado como candidato do PSD a prefeitura de Florianópolis. A convenção, realizada neste sábado pela manhã — último dia para a realização das convenções —, selou o apoio do PP, que indicou o vereador João Amin como vice, além do DEM, PSB e do PSC.

O PSDB, que também realizou convenção neste sábado pela manhã, confirmou o apoio à coligação. Lideranças tucanas, como o deputado estadual Marcos Vieira, o vice-prefeito João Batista Nunes e o presidente municipal do PSDB, Doutor Juca, passaram pela convenção do PSD para reforçar o apoio.

Candidatos a vereador, liderança dos partidos aliados e cabos eleitorais lotaram o auditório Antonieta de Barros, na Assembleia Legislativa. Um dos primeiros a falar foi o presidente estadual do PSD, Gelson Merisio, que destacou o "espírito público" dos partidos aliados durante as negociações. O governador Raimundo Colombo (PSD) também compareceu ao encontro e lembrou que a convenção encerrava somente a primeira etapa de uma caminhada.

— A segunda etapa é a de conversa com as pessoas para construir uma política de resultado para a população e melhorar a estrutura social e política brasileira — afirmou Colombo.

A ex-prefeita Angela Amin (PP) e o deputado federal Esperidião Amin (PP) foram muito saudados e ressaltaram que as diferenças ficaram para trás e que agora começa um fase de muito trabalho e dedicação. Angela ainda brincou com o fato de tanto César, como João terem como segundo nome Antônio e com a coincidência dos dois terem mães chamadas Angela.

O candidato a vice, João Amin, iniciou o discurso dizendo que este é um dia muito especial e que Florianópolis merecia um governo jovem e com disposição para "arregaçar as mangas e gastar a sola dos sapatos" para dar sua contribuição.

Já César Souza Júnior agradeceu o gesto de Angela Amin de ter aberto mão de uma candidatura para apoiar seu nome. Segundo ele, após aquele momento, o projeto do PSD passou a ser visto com outros olhos. Ele ainda ironizou as críticas que a chapa recebeu por reunir dois jovens.

— Disseram que a gente iria brincar de governar. Se essa é a única crítica que conseguem fazer — à nossa juventude — eu me orgulho. Porque quem brincou de governar foram eles, que demoraram oito anos para entregar um Plano Diretor para a cidade — destacou.


>> Assista ao vídeo de Cesar Souza Junior da série de entrevistas do DC

 Veja também
 
 Comente essa história