A inauguração do edifício-garagem automatizado e aberto 24 horas por dia, em construção no Centro de Florianópolis desde 2011, terá que aguardar. É que a justiça acolheu o pedido do Ministério Público determinando a suspensão do contrato entre o Estado e a I-Park Estacionamentos Inteligentes S/A, responsável pelo empreendimento.

Confira como vai funcionar o edifício-garagem
 
Ficou determinada a lacração do imóvel e o pagamento de multa R$ 10 mil por dia de descumprimento da medida, para cada um dos réus. Há um ano, a obra já havia sido embargada por suspeita de irregularidades na modalidade de concorrência pública, já que o terreno é do Estado.

A estrutura, preparada para receber 256 veículos, está sendo construída ao lado da Catedral Metropolitana. No projeto constam 15 robôs que operam três elevadores—estruturas que irão estacionar os veículos. A estrutura poderá guardar até três carros ao mesmo tempo e a promessa é não levar mais do que 70 segundos para cada operação.

O idealizador da solução, o diretor de tecnologia da empresa I-Park, Paulo Guimarães, explica que o sistema de armazenamento é todo robotizado e não há interação humana. Não haverá funcionários para receber e entregar os veículos, nem para estacioná-los ou procurar as vagas disponíveis.

Apenas — e se o cliente quiser — para pagar o ticket de estacionamento, caso não pague com cartão. A empresa trabalha desde 2007 no projeto.

A reportagem tentou contato com a empresa, por email e telefone, mas não houve retorno.

 

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história