Rebelião é controlada em presídio de Lages e nove presos ficam feridos Pablo Gomes/Agencia RBS

Barreira foi montada antes da entrada do presídio para conter familiares e curiosos

Foto: Pablo Gomes / Agencia RBS

Após quase cinco horas de rebelião, terminou por volta de 11h a rebelião no presídio de Lages. Pelo menos nove presos ficaram feridos durante o tumulto. Entre os detentos feridos, sete foram atendidos ainda na enfermaria do presídio e outros dois encaminhados ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, no centro de Lages.

Familiares, principalmente mulheres, acompanharam toda a movimentação policial no entorno do presídio, mas não tiveram acesso ao interior da detenção. Uma barreira foi montada no acesso e houve controle policial ainda distante da entrada.

O presídio de Lages fica entre os bairros Santa Catarina e Bela Vista, em uma região afastada do Centro da cidade. Muitos familiares, principalmente mulheres, começaram a chegar logo cedo ao local, apreensivas com as notícias que começaram a ser veiculadas.

Inaugurado em dezembro de 2011, o presídio tem capacidade para 352 presos, mas há 330 internos. É considerado um dos mais seguros de Santa Catarina.

Esta é a segunda rebelião em menos de uma semana nos presídios catarinenses. Na segunda-feira, os detentos do presídio de Florianópolis também causaram tumulto após uma tentativa de fuga frustrada.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história