As vagas da Câmara de Florianópolis serão disputadas por uma maioria de homens, com idade entre 45 e 59 anos, ensino superior e casados. Esse é o perfil de quase metade dos 341 candidatos a vereador na Capital.

Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base nas declarações feitas pelos candidatos na hora do registro. Em relação a eleição de 2008, o total de inscritos aumentou, passando de 266 para 341. Apesar disso, como foram criadas sete novas vagas na Câmara de Florianópolis — em 2008 eram 16 e neste ano serão 23 —, o relação de candidato/vaga caiu de 16,6 para 14,8.

A proporção de homens e mulheres disputando a eleição para o Legislativo também está diferente se comparada à última eleição. Em 2008, a maioria masculina chegou a 81%; neste ano, está em 71%. O aumento da participação feminina provavelmente está relacionado à interpretação da legislação eleitoral.

Até 2008, o TSE entendia que os partidos eram obrigados a reservar 30% do total de vagas para mulheres, mas poderiam deixá-las em aberto e preencher apenas os 70% de homens. A partir deste ano, as siglas são obrigadas a ter pelo menos uma mulher inscrita para cada dois homens.

Os 341 candidatos que disputarão a eleição em outubro estão divididos em 12 formações, sendo oito coligações e quatro chapas puras.


DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história