Emoção marca homenagens a Goida e a Sérgio Silva no Palácio dos Festivais Adriana Franciosi/Agencia RBS

O crítico e jornalista Hiron Goidanich foi homenageado em Gramado e lembrou de suas influências

Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

O crítico e jornalista Hiron Goidanich, o Goida, e o cineasta e professor Sérgio Silva (de Anahy de las Misiones) têm muito em comum. Além de pertencerem a gerações semelhantes, e serem referências de suas respectivas áreas no Rio Grande do Sul, ambos têm uma história de participações marcantes no Festival de Gramado. Juntamente com o Núcleo de Programas Especiais da RBS TV, foram homenageados na noite deste domingo no Palácio dos Festivais.

O tom dos discursos foi de emoção, especialmente quando os jornalistas e críticos Ivonete Pinto e Roger Lerina receberam a homenagem em nome de Sérgio Silva, que não pôde subir a Serra porque está doente.

– Se eu tivesse de citar todas as pessoas que me ajudaram nesta trajetória eu levaria muito tempo, mas vou citar dois: P.F. Gastal, grande incentivador da nossa geração, e Walter Hugo Khouri, cara que entre outros trouxe a Gramado Michelangelo Antonioni. A grandeza deste festival se deve a grandes pessoas como eles – disse Goida, aplaudido de pé pelo Palácio dos Festivais lotado.

Homenagem à TV que faz cinema

Rompendo o paradigma de que televisão não faz cinema, há 13 anos a RBS TV tem feito produções de destaque também nas grandes telas. A exibição de 794 curtas para um público de 1 milhão de telespectadores aos sábado, com o programa Curtas Gaúchos, prova a união do trabalho da tevê com o cinema.

Por esse trabalho, o Núcleo de Especiais da RBS TV foi um dos homenageados do Festival de Cinema de Gramado antes da premiação dos curtas. A homenagem foi entregue à gerente de produção da RBS TV, Alice Urbim, e ao coordenador do Núcleo de Especiais, Gilberto Perin.

– Com os curtas, vemos o ciclo pulsante entre produção e telespectadores – resumiu Alice.
 Veja também
 
 Comente essa história