O Governo do Estado lança nesta quinta-feira o Pacto da Segurança Pública que prevê investimentos de R$ 265 milhões destinados a construções de sedes, compra de equipamentos tecnológicos e aumento da frota com novas 1,6 mil viaturas. A ação faz parte do Pacto por SC lançado em julho deste ano e que destina R$ 3 bilhões, liberados do BNDES como compensação pela aprovação da resolução que unificou o ICMS dos importados, para as áreas de saúde, educação, segurança pública e assistência social.

O Pacto pela Segurança Pública  também terá R$ 25 milhões para compra de equipamentos de combate a incêndio e de socorro ao Corpo de Bombeiros Militar. Entre as compras já definidas estão a de 50 ambulâncias de auto socorro de urgência, 50 caminhões autobomba, para combate a incêndios, 18 embarcações e um ônibus.

Para o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, o pacto irá aumentar a sensação de segurança da população porque as equipes conseguirão dar uma resposta mais rápida às demandas.

— Ele é uma garantia de que os serviços de segurança irão melhorar, pois será investido pesado em novas tecnologias que auxiliarão nas operações — afirma.

Para onde vão os R$ 265 milhões

- Construção de sedes administrativas próprias, reduzindo os custos com aluguel que chegam a R$ 10 milhões de reais/ano;

- Construção de prédios próprios para instalação de centrais integradas de atendimento ao público em 17 cidades: Pouso Redondo, Palmeira, Chapecó, Itajaí, Camboriú, Cocal do Sul, Lages, Palhoça, Gaspar, Biguaçu, Xaxim, Massaranduba, São José, Jaraguá do Sul, Florianópolis, Ibirama e Balneário Camboriú;

- Renovação da frota policial com a compra de 1,6 mil veículos, todos com sistema de rastreamento.

- Ampliação do sistema de videomonitoramento urbano.

- Compra de 400 rádios portáteis, 500 rádios móveis, 200 rádios fixos, 17 torres, 17 contêineres e um centro de atendimento e despacho.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história