Kim Phuc, sobrevivente da Guerra do Vietnã, palestra em Florianópolis Nick Ut/AP

"Sou muito feliz e grata às pessoas que descobriram novos tratamentos para os queimados", diz Kim

Foto: Nick Ut / AP

Ícone da história mundial, a embaixadora da Unesco Kim Phuc palestra na noite desta quarta-feira na abertura do 8º Congresso Brasileiro de Queimaduras, em Florianópolis. Apesar da chegada em Santa Catarina estar prevista para esta quarta, Kim desembarcou em Florianópolis na noite de terça-feira e pediu aos organizadores do congresso que não marcassem compromissos a ela antes da palestra.

Eternizada na foto mais marcante da Guerra do Vietnã, Kim é ativista dos Direitos Humanos e fundadora da Kim Foudation, organização que dá apoio a crianças vítimas de conflitos armados em todo o mundo. As inscrições para o evento estão esgotadas.

Confira o áudio da entrevista (em inglês) com Kim Phuc, sobrevivente da Guerra do Vietnã Ouça aqui

>>> Leia a entrevista completa com Kim Phuc

Quinta-feira, Kim palestra também para os estudantes da Unisul, no campus Pedra Branca, em Palhoça, na Grande Florianópolis. O evento é fechado. Em entrevista ao Diário Catarinense, Kim falou do trauma que passou ao ter 55% do corpo queimado em um bombardeio de napalm em Trang Bang, sua cidade natal. E lembrou dos avanços no tratamento de queimaduras.

— Sou muito feliz e grata às pessoas que descobriram novos tratamentos para os queimados. Hoje para fazer o enxerto é possível retirar uma amostra de pele da pessoa e produzir mais em laboratório. Isso ajuda muito o paciente, diminui muito a dor que ele vai sentir — afirmou.


Kim na famosa foto de Nick Ut
Foto: AP Photo

Veja o vídeo do dia do bombardeio e saiba mais sobre Kim Phuc

O Congresso Brasileiro de Queimaduras, organizado pela Sociedade Brasileira de Queimaduras, é o principal evento da área e reúne cerca de 500 profissionais da área da saúde. Aproximadamente 200 especialistas do país e do exterior farão conferências durante três dias no Hotel Majestic. Os profissionais discutirão prevenção, tratamento e reabilitação de vítimas de queimaduras. De acordo com a Sociedade Brasileira de Queimaduras, cerca de um milhão de pessoas sofrem este trauma no Brasil.

Além da vietnamita, o cirurgião pediatra americano Martin Eichelberger, fundador da organização Safe Kids Worldwide — referência mundial em prevenção de lesões na infância — também participa do evento. No Brasil, dois terços das vítimas de queimaduras são crianças.

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história