Primeiro a ver incêndio no Mercado Público, gari acionou equipamentos de emergência Charles Guerra/Agencia RBS

Ação de Rafael de Oliveira contra o fogo deixou colegas preocupados

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

O gari Rafael de Oliveira se preparava para começar a trabalhar quando viu fumaça saindo pelo telhado do Mercado Público de Florianópolis a 00h10min de quinta-feira. Com treinamento de bombeiro e passagem como salva-vidas, agiu.

Correu para avisar o vigia que fazia uma ronda pelas imediações e avisou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar. Em seguida, abriu a porta que fica de frente para o camelódromo, mas as chamas vinhas de um box que estava longe. Atravessou o vão central enquanto um colega de Comcap gritava para voltar por medo que se machucasse.

Rafael sabia o que estava fazendo. Abriu a porta do outro lado e, enquanto o vigia desligava o disjuntor, engatou a mangueira no hidrante. Usou o equipamento para resfriar a porta e a parede do box em chamas.

Passado o susto, voltou a rotina. Varrer as ruas centrais da Capital até às 5h da manhã. Ontem, era dia de trabalhar na Felipe Schmidt.

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história