O primeiro dia do ano foi um dia de definição política para muitos municípios de Santa Catarina, que definiram a situação de posse de seus vereadores e de prefeitos interinos.

Confira abaixo a situação nos municípios catarinenses que passarão por um novo pleito por conta de processos na Justiça Eleitoral.


CRICIÚMA

A posse dos 17 vereadores de Criciúma, realizada na noite desta terça-feira, no Teatro Elias Angeloni, marcou também a oficialização de Itamar da Silva (PMDB) como prefeito interino da cidade, até que o novo pleito determine quem será o prefeito que deve tomar posse no início de março. Enquanto Itamar da Silva exerce o cargo no comando do Executivo municipal, Salésio Lima, do PSD, assume interinamente a função de presidente da Câmara de Vereadores. Quando Itamar retornar ao cargo de presidente da Câmara, a partir de março, Salésio assume como vice-presidente da Casa.

BALNEÁRIO RINCÃO

Em votação na noite desta terça-feira, ficou decidido que o vereador Charles Oscar da Rosa (PMDB), conhecido como Charles Rincol, será o prefeito interino de Balneário Rincão. Ele havia sido o vereador mais votado e venceu a eleição para a presidência da Câmara. Rosa fica na interinidade do Executivo até a nova eleição, que acontece no dia 3 de março. O candidato eleito, Décio Góes (PT), não foi diplomado porque foi barrado pela Lei da Ficha Limpa. Ele tentou recurso no TSE, mas sem sucesso. Balneário Rincão teve a sua primeira eleição municipal em 2012, depois de se emancipar de Içara.

CAMPO ERÊ

Em Campo Erê, o novo presidente da Câmara de Vereadores também assumiu provisoriamente a prefeitura. O município é um dos que tem nova eleição marcada, já que o TSE negou o registro de Odilson Vicente de Lima (PR), candidato mais votado e que concorria à reeleição. Duas chapas disputaram a presidência da Câmara, sendo que o vereador Adir Kresta (PSD) foi o mais votado e administrará o município por três meses. Para a vice-presidência da Câmara foi eleito Leonir Teske (PSD), que presidirá a Casa durante a permanência de Kresta no comando do Executivo.

PALHOÇA

Em situação similar a outros municípios do Estado, Palhoça também terá um prefeito interino até a realização de um novo pleito para decidir quem deve assumir a prefeitura. Assume interinamente o cargo Nirdo Artur Luz Pitanta (DEM). Pitanta, como é conhecido, assume a cidade até que seja resolvido o impasse que envolve os candidatos Ivon de Souza (PSDB) e Camilo Martins (PSD). Na Câmara de Vereadores, o vice de Pitanta, Fábio Coelho (PDT) assume a função de presidente até que Pitanta retome o cargo com a definição de um novo prefeito no município.

BENEDITO NOVO

Quem assumiu o comando da prefeitura beneditense ontem foi o vereador Osnir Floriani (PMDB), eleito presidente da Câmara. O candidato a prefeito Laurino Dalke (PMDB), reeleito com 53% dos votos válidos, teve o registro barrado com base na Lei da Ficha Limpa. Condenado no Tribunal de Justiça em 2009 por crime ambiental, a candidatura de Dalke foi impugnada pelo juiz da 32ª Zona Eleitoral de Timbó, a partir de um pedido feito pelo partido adversário no município, o PP. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a necessidade de nova eleição, porém, ainda não divulgou nova data.

TANGARÁ

Uma nova eleição suplementar já está marcada para Tangará. Até o dia 3 de março quem administrará a cidade será o vereador Pedro João Magnagnagno (PMDB), eleito presidente da Câmara por unanimidade, nesta terça-feira. Correligionário do prefeito Robens Rech, que tentava a reeleição e foi alcançado pela Lei da Ficha Limpa, diz que dará continuidade aos trabalhos e obras em andamento e que manterá todos os atuais secretários. Como primeiro vice-presidente, foi eleito Cezar Comachio (PMDB), que comandará o Legislativo.

VIDEIRA

Os 11 vereadores eleitos de Videira tomaram posse nesta terça-feira. Por unanimidade, o vereador Lourenço Becker (PMDB) foi eleito o novo presidente da Câmara. Como no município não houve diplomação para prefeito, pois o candidato mais votado, Wilmar Carelli (PMDB), teve o registro negado por conta da Lei da Ficha Limpa, Becker comandará provisoriamente a prefeitura até que haja uma decisão final. Como primeira vice-presidente foi escolhida Clarimar Raimundo Bettoni (PDT), que administrará a Câmara enquanto Becker estiver no posto de prefeito interino.

PONTE SERRADA

Em Ponte Serrada, assumiu interinamente como prefeito o vereador Eduardo Coppini (PTB). Na primeira sessão da Câmara de Vereadores ele foi eleito presidente da casa por cinco votos a quatro. O vice-presidente do Legislativo, Evandro Pavan, assumiu a presidência da Casa. O candidato eleito à prefeitura, Clodemar Ferreira, o Nanico (PP), foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e aguarda recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele derrotou o prefeito que deixou o cargo nesta terça-feira, Antoninho Rossi. Se for mantido o indeferimento do registro, será realizada nova eleição.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história