Ônibus voltam a circular normalmente a partir desta quinta, em Florianópolis Cristiano Estrela/Agencia RBS

Alguns trajetos continuarão sendo escoltados, mas serão definidos ainda pela PM

Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Depois que o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Urbano de Florianópolis (Sintraturb) garantiu que motoristas e cobradores voltariam ao trabalho mesmo sem as escoltas e que as empresas de transportes sinalizaram que liberariam os ônibus caso fosse solicitado, a Prefeitura determinou nesta quarta-feira o restabelecimento das linhas de ônibus.

Foram 20 dias de horários restritos do transporte coletivo por causa dos ataques, que culminou na última segunda-feira no fechamento do Terminal Central pelos usuários inconformados pela falta de linhas.

A partir de quinta-feira, todos os ônibus voltarão ao normal. Alguns trajetos continuarão sendo escoltados, mas o coronel Araújo Gomes, da Polícia Militar, não quis citar para manter a segurança dos veículos e dos passageiros. Policias também continuarão dentro dos transportes, sem fardas, para tentar manter o controle da situação.

O presidente do Sintraturb, Deonísio Lider, comenta que desde sexta-feira o sindicato não participa das reuniões com os órgãos públicos e defendeu que reduzissem os horários dos ônibus das 7 às 19h ou que liberasse de uma vez, já que fazer regime de escoltas não garantia transporte para todos os usuários.

—Como não estão botando ônibus, está sobrando para o motorista. Desde sexta-feira tem ônibus e funcionário. Eles (empresas e Prefeitura) que não colocaram para rodar—, destaca.

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Setuf), Waldir Gomes, destaca que as empresas sempre tiveram interesse de manter os ônibus circulando, apesar de ter afirmado há alguns dias que os coletivos só sairiam dos terminais escoltados.

Já o Secretário de Transportes, Valmir Piacentini, defendeu-se dizendo que a decisão de manter a restrição das linhas era dos órgãos de segurança. Quando houve uma sinalização de que poderia ser liberado, já que os ataques aparentemente terminaram, o transporte foi liberado.

Com isso, todas as linhas voltam ao normal a partir desta quinta, inclusive o madrugadão. O transporte intermunicipal também retornam ao horário anterior à restrição.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história