A Fundação do Meio Ambiente (Fatma) apresentou nesta terça-feira a cartilha e o Selo Verde que serão lançados na campanha em prol da Lagoa da Conceição, em Florianópolis. O material será utilizado em um projeto-piloto de conscientização ambiental que deve começar no dia 25 de junho.

Moradores da região envolvidos no trabalho de preservação e denúncia das irregularidades participaram da criação da arte. O superintendente da Fatma, Gean Loureiro, explica que o Selo Verde será um incentivo aos comerciantes que estiverem de acordo com as exigências ambientais. O material será uma garantia que aquele local não está poluindo o meio ambiente. Os estabelecimentos terão que ser credenciados na Fatma, que fará uma análise de acordo com as exigências estabelecidas.

— É um projeto piloto que vai começar na Lagoa. Um trabalho preventivo e será destinado ao empreendedor que estiver fazendo as destinações corretas aos resíduos — salienta Loureiro.

O presidente da Associação dos Moradores da Lagoa (Amola), Alécio dos Passos, observa que a cartilha será distribuída nas escolas da região para promover uma interação entre as famílias e a comunidade junto à preservação.

— Queremos pedir também a prefeitura que comecem a fazer um Estudo de Impacto Ambiental na Lagoa para descobrir onde deve ser feito o desassoreamento, um dos problemas mais sérios aqui — comenta.

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história