Táxi que circulava com licença suspensa é apreendido em Florianópolis  Jessé Giotti/Agencia RBS

Veículo foi flagrado pelo DC circulando no Bairro Trindade na sexta-feira, 14/06

Foto: Jessé Giotti / Agencia RBS

Fiscais da Secretaria Municipal de Transportes apreenderam na tarde de sábado o táxi 0383 . O carro estava com a licença suspensa, segundo a prefeitura, mas foi encontrado circulando normalmente pela Trindade.

Segundo a secretaria, o veículo teve as licenças suspensas depois de ser flagrado transportando drogas, em 17 de maio. Na última sexta-feira, em depoimento à CPI dos Táxis, o secretário Valmir Piacentini (PSDB) informou que a placa 0383 estava proibida de transportar passageiros. No mesmo dia o DC flagrou o carro trabalhando normalmente na Trindade. 

A Secretaria de Transportes vai abrir processo administrativo nesta segunda-feira, primeiro passo para a cassação definitiva da licença do táxi 0383. O pedido foi reforçado pelo prefeito Cesar Souza Junior (PSD). Com somente 35 fiscais no Departamento de Transportes, a administração municipal reconhece que tem dificuldades para fiscalizar o serviço.

— É importante a participação da população: uma denúncia anônima nos levou a identificar as irregularidades envolvendo a placa 0383 — disse o diretor de fiscalização André Luiz Curcio, do Departamento de Transportes.

A placa 0383 é de Volnei Vagner Flores. O advogado Orlando Antonio Rosa Jr., que defende Flores, voltou a declarar que a Secretaria de Transportes não intimou nem comunicou o proprietário a entregar o selo de vistoria e a licença de tráfego (sem as duas, o carro não pode circular, segundo a Lei 85/2001).

— Como não foi comunicado, o carro estava na rua até sábado, quando foi apreendido pela fiscalização — afirmou o advogado.

Nesta segunda-feira, o Rosa Jr. disse que vai procurar o Núcleo de Transportes para ter acesso aos autos e tomar conhecimento sobre os motivos da retenção do veículo, selo e licença. Somente então deve apresentar defesa, recurso administrativo e/ou judicial.

DIÁRIO CATARINENSE
 DC Recomenda
 
 Comente essa história