Joinville vence o Guarani e leva o título da Copa SC antecipadamente José Carlos Forner/Divulgação

Foto: José Carlos Forner / Divulgação

O Joinville venceu o Guarani por 2 a 0 fora de casa e, graças ao empate sem gols entre Canoinhas e Metropolitano, em Canoinhas, soltou o grito de campeão da Copa Santa Catarina.

Melhor fisicamente, o JEC contou com a expulsão do meia Matheus Gaúcho, do Guarani, para conseguir a vitória com tranquilidade. Fernando Viana foi o nome do jogo. Ele marcou um dos gols e deu a assistência para Edigar Junio anotar o outro.

:: Confira como foi o minuto a minuto ::

O JEC entrou no gramado do Estádio Renato Silveira desligado, já em clima de férias. Nem parecia que a partida poderia levar ao título antecipado da Copa Santa Catarina e à vaga da Copa do Brasil de 2014. O primeiro tempo foi fraco. O JEC só assustou com a cabeçadas de Sandro nas bolas paradas cobradas pelo capitão Marcelo Costa.

O zagueiro ainda protagonizou o lance mais perigoso da primeira etapa, mas a favor do Guarani de Palhoça. Aos 34 minutos, ele perdeu a bola para o atacante Diogo Dolém.

Como último recurso, apelou para a falta e quase comprometeu o Joinville, cometendo penalidade. Por sorte, o árbitro Bráulio Machado marcou falta fora da área e mostrou apenas o cartão amarelo. Na sequência, Cacá, do Guarani, quase marcou em bela cobrança de falta.

Time melhora na etapa final

Insatisfeito com o desempenho do Joinville, o treinador Sergio Ramirez tirou o volante Augusto Recife e colocou Edigar Junio na segunda etapa. O Tricolor voltou melhor, mas ainda tinha muita dificuldade no setor de criação.

Aos 25 minutos, Gustavo Sauer entrou e ajudou a organizar o meio-campo. Com a expulsão do meia Matheus Gaúcho, do Guarani, o JEC se impôs e conseguiu chegar à vitória com tranquilidade. Aos 36 minutos, Fernando Viana abriu o placar em cabeçada perfeita após cruzamento do lateral Rodolfo.

Um minuto depois, o atacante Edigar Junio, que entrou na segunda etapa, recebeu assistência de Fernando Viana, homem do jogo, para confirmar a vitória.

A NOTÍCIA
 Veja também
 
 Comente essa história