Fatma recomenda banhistas a evitarem as praias catarinenses no final de semana devido ao risco de contaminação Alvarélio Kurossu/Agencia RBS

Rio do Braz, em Canasvieiras, extravasou após chuva na sexta-feira

Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS

COMUNICADO: O Diário Catarinense esclarece que esta matéria foi publicada em 4 de janeiro de 2014 e não se refere, portanto, aos dias 9 e 10 de janeiro de 2016. A Fatma esclarece que não há qualquer orientação neste sentido para a temporada de 2016.

A Fundação Catarinense do Meio Ambiente (Fatma) emitiu um comunicado para recomendar aos banhistas evitarem entrar no mar por 48 horas (até segunda-feira), por risco de contaminação de doenças, especialmente nos trechos próximos à foz de rios, ribeirões, córregos e tubulações pluviais. O alerta é reforçado nas praias onde já há pontos considerados impróprios.

A recomendação segue a Resolução 274/2000, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que estabelece a orientação de mencionar no boletim de condição das praias e balneários o risco de contaminação após chuvas intensas, que contribuem com a deterioração da qualidade da água por causa da lavagem das vias públicas.

Em 2016: Varias praias estão próprias para banho na temporada, mas Canasvieiras tem todos os pontos impróprios para entrar no mar, aponta Fatma

Na sexta-feira, o Rio do Braz, em Canasvieiras, no Norte da Ilha de Florianópolis, transbordou devido à chuva. Outros ribeirões, córregos e tubulões de drenagem localizados em Jurerê Tradicional e Ingleses também extravasaram.

Segundo o gerente de Pesquisa e Análise da Qualidade Ambiental da Fatma, Haroldo Tavares Elias, a medida foi estendida para todo o Litoral catarinense por precaução, por conta da superpopulação dos balneários neste período.

Apesar da recomendação, a Fatma ainda não tem dados em mãos específicos dos pontos atingidos. Durante a semana, as equipes do órgão que estavam em recesso retornaram às coletas semanais e já analisaram pontos no Norte da Ilha. O resultado será divulgado na próxima sexta-feira.

– Muitos rios extravasaram, mesmo em pontos com tratamento de esgoto. Mas há muitas ligações clandestinas, a chuva leva sujeira das ruas para o mar e a contaminação é considerável – argumenta.

Exemplo positivo: entenda o que tornou a praia de Palmas, em Governador Celso Ramos, um lugar Bandeira Azul

A previsão é de chuva para todo o final de semana no Litoral, com retorno do sol a partir de domingo. Segundo o técnico, a previsão é de que segunda-feira, com a melhora do tempo, os níveis de contaminação estejam mais baixos. A partir daí, é aconselhável entrar na água somente a uma distância de, pelo menos, 100 metros da foz de ribeirões ou observar se a coloração da água está alterada para se afastar.

No último relatório de balneabilidade da Fatma, divulgado dia 20 de dezembro, dos 200 pontos do Estado que tiveram amostras coletadas, 55 foram considerados impróprios. Dos 66 analisados nas praias de Florianópolis, 17 não são recomendados para banho. Na Lagoa da Conceição, por exemplo, de nove pontos analisados, cinco estão impróprios. Outros pontos com contaminação estão em Ponta das Canas, Ingleses, Ribeirão da Ilha, Pântano do Sul e Beira-Mar Norte.

Navegue no mapa abaixo e veja a condição das praias de SC segundo a Fatma:

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história