O deputado Jailson Lima (PT) adiou de ontem para a terça-feira que vem a entrega à mesa-diretora do requerimento que pede a criação da CPI da Casa Rosa. O alvo da investigação da Assembleia Legislativa deve ser a compra de imóvel pelo Ministério Público, com dispensa de licitação, por R$ 123 milhões.

- Passei o dia analisando outras denúncias envolvendo o Ministério Público e vou levá-las amanhã (hoje) à Brasília - explicou o deputado petista que hoje vai levar a documentação ao Conselho Nacional do Ministério Público, na Capital Federal.

Para abrir a CPI, são necessárias 14 assinaturas. O deputado petista alega ter o apoio de 19 parlamentares. Concordam com a abertura da investigação as bancadas do PT, PMDB e o PSOL. PSD, PP e PSDB não devem assinar o requerimento.

DIÁRIO CATARINENSE
 Veja também
 
 Comente essa história