Suspeito de envolvimento na morte de joinvilense encontrado em banheira chega a Joinville Léo Munhoz/Agência RBS

Familiares foram até a casa da vítima, invadiram o local e encontraram o corpo

Foto: Léo Munhoz / Agência RBS

O homem preso em Barra do Turvo, em São Paulo, como suspeito de estar envolvido na morte do joinvilense João Alfredo Rodrigues, de 55 anos, chegou à Joinville na noite desta sexta-feira. O suspeito Hernane Vicente Souza Rosa, de 36 anos, foi preso temporariamente até que a investigação seja concluída.

Hernane foi descoberto depois que sofreu um acidente com a Pajero que estava desaparecida e pertencia a João. De acordo com o delegado Paulo Reis, a vítima já teve um relacionamento com a ex-mulher do suspeito. Há informações de que Hernane já teria feito ameaças à vítima. O delegado aguarda o laudo da perícia e pretende ouvir outras testemunhas antes de concluir o inquérito.

Em depoimento, Hernane negou envolvimento no homicídio, mas disse que furtou o carro a partir de uma ligação que teria recebido. 

— A pessoa teria dito que se ele quisesse sacanear João Alfredo, era para pegar o carro que estava estacionado em um mercado com a chave na ignição — relatou o delegado.

O suspeito também confirmou em depoimento que a vítima teve um relacionamento com a ex-mulher dele. A mulher teria rompido com a vítima para reatar com o suspeito.

Entenda o caso

João Alfredo Rodrigues foi encontrado morto por familiares na última terça-feira, submerso na banheira de casa, no bairro Boehmerwald, zona Sul de Joinville. Apesar da suspeita de homicídio, não foram identificados sinais de violência.

A hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) nunca foi descartada porque a Pajero de João não estava na garagem da residência.

A NOTÍCIA
 DC Recomenda
 
 Comente essa história