Moradores de Itajaí não aprovam cartazes em homenagem a Hitler Rafaela Martins/Agencia RBS

Apesar de rasgados, cartazes permaneciam colados em poste nesta segunda

Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS

Após o aparecimento de cartazes que homenageiam o aniversário de Adolf Hitler (20 de abril) em um poste no Centro de Itajaí, ao lado da praça da Igreja Matriz, muitos moradores ainda não tinha se dado conta do material nesta segunda-feira. No entanto, todos os entrevistados pelo Sol Diário ao saber do conteúdo do cartaz relataram indignação com a iniciativa.

>>> Imagens das câmeras devem identificar autor dos cartezes

Para o bancário aposentado, Álvaro Augusto Schiefler, a atitude é um absurdo.

— Nunca tinha ouvido falar de nenhum grupo aqui, mas nunca se sabe. Sou contra, como é possível idolatrar um cara desses — questiona.

A operada de call center, Edinéia da Silva Pinotti de Mello, também discorda dos cartazes, que tem a imagem de Hitler junto com a inscrição "Heróis não morrem. Parabéns Führer". Edinéria diz que Hitler foi um terrorista.

— Isso é coisa de mentes fracas, rebeldes que se revoltam com tudo de maneira errada. Ele não tem nada de heroísmo.

Quem também não gostou dos cartazes foi o vigilante Marcos Vinícius Xavier. Segundo ele, o material não interfere em nada no seu dia a dia, no entanto, também não concorda com a ação.

— É uma pessoa que não trouxe benefício nenhum para a humanidade. Não apoio esse tipo de ação, a pessoa que colocou deve estar fora da realidade. O mundo já está violento e ainda tem pessoas que tem ele como herói — afirma.

O taxista Luiz Carlos Rodrigues acredita que o ato é uma forma de vandalismo e não condiz com as ideias atuais.

— Isso se chama vandalismo. Todas as atitudes dele eram desfavoráveis, é coisa de gente que quer aprontar e acha que é melhor que os outros.

O SOL DIÁRIO
 DC Recomenda
 
 Comente essa história